Loading

Francia Márquez NA DEFESA DO TERRITÓRIO ANCESTRAL

A ONG Global Witness confirmou: a Colômbia é o terceiro país com a maior taxa de mortes de Defensores dos Direitos Humanos Ambientais (EHRD’s) no mundo, com uma taxa de impunidade do 92%. (2018)
"A defesa do nosso território é paga com a vida" - diz Francia Márquez, uma mulher afro-colombiana que é líder ambiental da comunidade de afro descendentes no Cauca / Colômbia.

Francia Márquez fala desde o exílio. Ela teve que deixar a sua casa no município de Suarez no Cauca / Colômbia em 2014. Por quê? Por causa das suas reclamações públicas sobre a mineração ilegal, que destrói o rio Ovejas, um dos principais rios da região. Isso gerou ameaças em contra da sua vida.

Não há números exatos sobre a violência contra defensores ambientais na Colômbia. Porém, de acordo com 'Somos Defensores', uma organização que mede a violência contra líderes sociais no país, 370 deles foram ameaçados em 2017. A maioria das ameaças acontecem em regiões de combate constante pela terra, meio ambiente e agricultura.

A expansão dos grupos armados ilegais implicou, diretamente, a apropriação e o controle de economias ilícitas, como o tráfico de drogas e a mineração ilegal, procurando o controle de territórios para esse fim. Segundo o Ombudsman, esses grupos exercem pressão contra os líderes comunitários e os defensores ambientais nessas regiões.

Os números mais recentes de 'Somos Defensores' mostram que aqueles que defendem as terras estão em risco com freqüência. Entre janeiro e março de 2018, 46 líderes sociais foram mortos no país.
Em 2018, Francia Márquez recebeu o Prêmio Ambiental Goldman para a América Central e América do Sul. O motivo foi o seu trabalho como defensora do seu território ancestral da mineração ilegal de ouro.
"Francia luta pelos direitos da sua comunidade desde a adolescência. Ela se matriculou na faculdade para estudar direito, para aprender a proteger os direitos à terra do seu povo, ante os interesses das corporações que procuram forçá-los a sair e limpar a terra para a agricultura industrial e a mineração".

Credits:

1. David Nieto Yusti; Cascada de Tunurco; December 1, 2016; (CC BY-NC 2.0). 2. Adam Cohn; Man Looking at Cauca River, Caucasia, Colombia; March 27, 2017; (CC BY-NC-ND 2.0). 3. Ximena0798; hermoso valle, cauca, colombia; November 16, 2014; (CC BY-SA 2.0). 4. EU Civil Protection and Humanitarian Aid; Afro-Colombian girl; February 18, 2007; (CC BY-NC-ND 2.0). 5. Taken from bbc.com 6. Adam Cohn; Gold Mining Slurry, Colombia; March 26, 2017; (CC BY-NC-ND 2.0).