Loading

os atalhos vão ter uma nova vida... o serviço foi descontinuado a 15 de junho de 2020

Os atalhos vão ter uma nova vida...

Se chegou até aqui, se calhar, encontrou um link atalhos.eu. Pois... lamentamos mas o serviço foi descontinuado a 15 de junho de 2020.

Um pouco de história...

Em 2018, aquando a criação do projeto, havia a necessidade de uma plataforma comum de geração de shortlinks (também chamados de links curtos) para vários projetos online.

Em 2019, o atalhos ganhou asas e recebeu a primeira grande revolução: a versão 3.0 trouxe uma infraestrutura e desenvolvimento próprios .

Em 2020, há uma nova vida à espera do atalhos.

No passado dia 01 de maio, o atalhos foi integrado no projeto o largo.. Esta mudança traz uma maior dinâmica à plataforma e a todos os projetos que a utilizam. Estamos ansiosos por continuar a desenvolver esta e outras ferramentas que se revelarão extremamente úteis para o dia-a-dia das organizações e das equipas.

Para os projetos/organizaçõesque utilizam a plataforma, nada muda... à exceção de uma coisa: a partir de 15 de junho de 2020, os sistemas serão atualizados para a chamada versão 3.1, podendo continuar a gerar links como antes através dos domínios habituais. Para quem utilizava links com o domínio "atalhos.eu", o serviço deixa de estar disponível a partir dessa data.

FAQ (a.k.a. dúvidas habituais)

Porquê o fim do atalhos?

Não é o fim: é um novo começo. Uma nova vida. A verdade é que, desde 2018, as necessidades dos projetos e empresas que integraram o atalhos se alteraram. Além disso, não fazia sentido continuar o atalhos como marca, não estando prevista uma oferta aberta ao público. Desta forma, optou-se pela integração da plataforma num dos projetos participantes, assegurando, por um lado, o seu contínuo desenvolvimento, e por outro, a manutenção de um serviço útil a todos os utilizadores/empresas/equipas.

Por que é que nunca abriram a plataforma ao público?

Era um dos objetivos a longo-longo prazo que nunca se concretizou! No entanto, com o avançar do projeto, percebemos que não faria sentido a criação desse tipo de oferta, havendo outras serviços plenamente integrados no mercado. O principal objetivo sempre foi o de oferecer um sistema de geração de links que fosse simples e fiável a projetos associados por interesses e pessoas em comum.

Quantos projetos utilizam/utilizaram o atalhos?

Desde 2018, ao todo, seis entidades/projetos/empresas utilizam ou utilizaram a plataforma.

Quantos links foram gerados no atalhos?

A plataforma teve várias versões: as chamadas versões "1.0" e "2.0" eram dependentes de infraestruturas terceiras que não forneciam esses dados. Na chamada versão "3.0", lançada em novembro de 2019 e remodelada visualmente em janeiro de 2020, foram gerados mais de 300 atalhos, entre o domínio atalhos.eu e os domínios próprios dos vários projetos.

Quem vai passar a manter o atalhos?

A plataforma passa a ser gerida de forma integrada dentro do projeto o largo.. Pode consultar a ficha técnica aqui.

Por que não mantêm o domínio atalhos.eu em funcionamento? Ainda estamos a falar de bastantes atalhos...

Os custos de renovação dos vários domínios associados à plataforma, a proximidade em termos de prazo para a própria renovação do domínio "atalhos.eu" e o facto de não haver um plano para colocar o serviço aberto ao segmento particular ou empresarial levaram a que tomássemos a decisão de não manter o domínio em funcionamento.

O que aconteceu a 15 de junho?

Foi lançada uma nova versão da plataforma: a chamada versão 3.1. Com esta versão, todos as entidades utilizadoras têm acesso a novas ferramentas, além de que a plataforma está pronta para receber novas funcionalidades. Coincidindo com este lançamento, optamos por remover o domínio "atalhos.eu" da plataforma, sendo que todos os links com esse domínio, a partir dessa data, deixaram de funcionar.

Sou parceiro/utilizador do "atalhos" e fui direcionado para esta página. O que se passa?

Se utilizou um link com o domínio "atalhos.eu" ou tentou aceder à área de gestão, é normal: relembramos que o serviço foi descontinuado no passado dia 15 de junho de 2020 (recomendamos a leitura atenta desta página: acreditamos que terá todas as respostas!). No entanto, se acedeu à plataforma através da página da sua empresa/entidade, não devia ter sido direcionado para aqui. Entre em contacto com o suporte: de certeza que irão ajudar!

Tenho um projeto online/empresa. Posso aceder à plataforma na sua versão 3.1?

Infelizmente, não: a plataforma mantém-se destinada apenas à utilização dos projetos online associados, incluindo mas não se limitando a todos os canais que constituem o projeto digital o largo.. No entanto, isso não significa que, no futuro, esta posição não se altere. Esteja atento aos canais de comunicação do projeto caso surja uma oferta aberta ao público ou no segmento empresarial.

Posso comprar o domínio e a plataforma para utilização pessoal/empresarial/outra?

Sendo que o domínio não será renovado, o mesmo ficará disponível para compra, como qualquer outro domínio, após o seu período de sunrise. Poderá adquiri-lo em qualquer fornecedor de alojamento web. Quanto à plataforma, a mesma foi desenvolvida sobre software livre. No entanto, porque lhe adicionamos diversas funcionalidades, não a podemos redistribuir. No entanto, desafiámo-lo: crie a sua (veja algumas sugestões em "Tenho um link atalhos.eu para um conteúdo importante. Como posso substituí-lo?").

Tenho um link atalhos.eu para um conteúdo importante. Como posso substituí-lo?

Se tem o link original para o conteúdo, poderá usar outros serviços como é o caso o Bitly, o TinyURL ou o português SAPO Puny. Em alternativa, caso pretenda uma solução alojada num serviço de hosting, poderá optar pelos projetos Polr, YOURLS ou o Lessn.

O que é o largo.?

o largo. é um blogue informativo, centrado em cultura e entretenimento, sem esquecer a informação local e regional. Até ao momento, agrupa quatro canais: o largo., Informadouro, Emprego & Empreendedorismo e a rádio online o largo.fm.. Toda a rede pode ser acedida em olargo.pt.para dar a volta...

para dar a volta...

Credits:

Criado com a imagem "Upwards arrows" de Jungwoo Hong