O passar do tempo TRansformações em diferentes tempos-espaço

Londres

Imagens da paisagem da cidade de Londres no início e médio século XVIII.

Para poder abarcar a sociedade londrina em seus respectivos aspectos, é necessário pensar sobre as pessoas que a compõem, e a Londres do século XIX tinha principalmente, aqueles à margem da sociedade.

A história desses marginalizados se dá com o início da Revolução Industrial e a ascensão e o crescimento da indústria moderna, no final do século XVIII, que levou à massiva urbanização e à ascensão de novas grandes cidades, primeiramente na Europa, e posteriormente em outras regiões, à medida em que as novas oportunidades geradas nas cidades fizeram com que grandes números de migrantes provenientes de comunidades rurais instalassem-se em áreas urbanas.
Representação cartográfica da cidade de Londres, século XVIII

O crescimento demográfico nas cidades industrializadas ocorreu por causa de dois fatores. O primeiro eram as altas taxas de crescimento populacional da época: reprodução acelerada, e o segundo fator foi o início de um forte êxodo rural, onde ex-agricultores, incluindo crianças, passaram a trabalhar nas fábricas, geralmente morando em bairros próximos das fábricas devido ao tempo imposto.

Concentração de trabalhadores em Londres, século XIX.
Crescimento populacional

O código moral imposto que determinava regramento do corpo, tempo útil e maior disciplina produzidos pela ampliação da esfera de mercado só vem a nos confirmar os ideais difundidos e acatados não somente pela nova classe em ascensão, mas pela trabalhadora.

Grafico que representa o crescimento demográfico de Londres durante o século XX e projeção para o início do XXI

São Paulo

Durante o governo de D. Pedro II, a agricultura cafeeira instalou-se como principal forma de exportação e lucro do estado paulista, contando com mão de obra escrava e, posteriormente, estrangeira e a partir da consolidação da agricultura e a abolição da escravidão, os trabalhadores passaram a se ter de se locomover para chegar às fazendas por meio das novas instaladas estradas de ferro, que conduziam os trens. Nos séculos XIX e XX, São Paulo, pelo intenso lucro acumulado, passou a ser o centro de desenvolvimento econômico nacional, o local onde a elite fixou-se, e a maior fonte de renda do país. Além disso, o crescimento da cidade em questões territoriais foi explosivo, intenso e benéfico economicamente.

MAPA DA CIDADE DE SÃO PAULO, SÉCULO XIX.
ESTRADAS DE FERRO QUE CONDUZIAM OS TRENS PARA OS CAFEZAIS.
À DIREITA IMIGRANTES TRABALHANDO NAS FAZENDAS CAFEEIRAS PAULISTAS. À ESQUERDA CENTRO DE FORMA DE TRANSPORTE TÍLBURIS – ALUGUEL DE CAVALOS ESTIPULADO POR TABELA DE PREÇOS.

Estima-se que, na época da fundação de São Paulo, em 1554, não mais de 100 habitantes viviam nos arredores do colégio erguido pelos padres jesuítas, constituindo o núcleo inicial da futura cidade. Nos três séculos seguintes, o povoado conheceu um lento crescimento, somente alterado a partir da década de 1870, quando o primeiro levantamento censitário realizado no Brasil, em 1872, apontou a presença de 31.385 moradores.

Crescimento Populacional de São Paulo de 1872 a 2010

Assim, até o final do século XIX, São Paulo deixou para trás sua condição de vila afastada dos principais centros econômicos do país, sobretudo em razão de sua posição geográfica privilegiada, entre o porto de Santos e o interior da Província, onde se expandia o cultivo do café, passando então a assumir importância crescente como entreposto comercial e ponto de entroncamento das rotas pelas quais era exportada a produção cafeeira.

Nesta condição, passou a atrair um volume expressivo de trabalhadores e a fixar uma parcela significativa do fluxo de imigrantes europeus direcionado, inicialmente, para substituir a mão-de-obra escrava na lavoura cafeeira. Muitos desses imigrantes acabavam permanecendo na capital ou a ela retornavam após algum tempo. Este fluxo imigratório perdurou nas duas primeiras décadas do século XX, o que manteve a cidade em elevado ritmo de crescimento demográfico.

População de São Paulo em relação a outras metrópoles de 1970 a 2000

http://historianovest.blogspot.com.br/2010/01/cidade-de-londres-no-seculo-xix-um

http://netleland.net/hsampa/hbondes/hbondes.html

http://diariodoturismo.com.br/trabalho-imigrante-em-lavouras-de-cafe-e-tema-de-nova-exposicao-no-museu-da-imigracao/

http://www.al.sp.gov.br/noticia/?id=301208

http://www.museudantu.org.br/QSaoPaulo.htm

https://anarquiabarbarie.wordpress.com/tag/greve/

Amanda Toledo

Amanda Silva

Júlia Tenore

Letícia Nigro

Created By
1_2_23_26 2D
Appreciate

Credits:

Created with images by Witizia - "cabin phone booth red"

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.