Loading

Mariano Marcos Terena Xané

Mariano Marcos Terena, é filho do Povo Xané, da região de Águas do Pantanal, entre Brasil, Bolívia e Paraguai. É um cidadão brasileiro nascido em 1954, líder Xané que tem dedicado sua vida ao trabalho e à organização pelos direitos dos povos indígenas e pela própria Terra.

Em 1977, Marcos fundou o primeiro movimento político indígena no Brasil, a União das Nações Indígenas (UNI), e esteve envolvido no processo de inclusão dos direitos dos povos indígenas na constituição brasileira.

Marcos também é membro fundador do Comitê Inter-Tribal, Terra é Vida, da Aliança Internacional dos Povos Indígenas - Tribais das Florestas Tropicais, do Instituto Indígena Brasileiro de Propriedade Intelectual, e dos Jogos mundiais dos povos Indígenas.

Marcos também esteve envolvido na criação do Fórum Permanente da ONU sobre Questões Indígenas, na coordenação do Fórum para a Proteção do Conhecimento Tradicional no Brasil em conjunto com a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI) e também coordenou o painel de povos indígenas na Conferência Santiago +5 sobre Igualdade Racial.

“Viemos aqui para lutar pela vida. Viemos aqui lutar pela nossa vida, pela nossa sobrevivência, mas também pela sobrevivência do planeta, e o planeta é como uma grande canoa, um grande barco, onde temos negros, índios, brancos. Porque quando seus pulmões falharem, não puderem mais respirar este ar, seus corpos ficarão doentes e o nosso também. E quando não tiver mais água para beber, quando você não puder mais matar a sede com a água dos rios, quando não tiver mais floresta, o que você vai fazer? Você pode inventar algum tipo de pílula para matar a sede, mas isso nunca terá um sabor tão bom quanto as águas frescas que bebemos em nossas florestas. ” - Marcos Terena (1992)
Marcos foi o organizador da histórica Conferência Mundial dos Povos Indígenas sobre Territórios, Meio Ambiente e Desenvolvimento (1992) e dos Jogos Mundiais dos Povos Indígenas (2018). Marcos também é membro fundador do Comitê Inter-Tribal, da Aliança Internacional dos Povos Indígenas - Tribais das Florestas Tropicais e do Instituto Indígena Brasileiro de Propriedade Intelectual.
Como membro do conselho de diretores de 'terra é vida' marcos afirma: “Um dos nossos maiores desafios é que os governos nacionais ainda precisam reconhecer os povos indígenas em seu universo ambiental e territorial, e seu direito a um habitat seguro em relação ao futuro. No Brasil, temos mais de 300 sociedades indígenas existentes e precisamos proteger seus direitos para garantir seu fortalecimento cultural e tradicional. Quando entendemos as experiências dos povos indígenas em seus territórios, estamos construindo alternativas para melhorar a qualidade de vida geral de todos no mundo moderno.

Além de ser o criador do programam de radio ‘Voz Indígena’, Marcos Terena também tem comentado sobre os direitos dos indígenas em vários programas de televisão. Ele também escreveu dois livros: ‘O Índio Aviador’ e ‘Cidadãos da Selva’.

ele é o ganhador do Prêmio Tesouro da Sabedoria de 2016, que é concedido anualmente para homenagear o trabalho de pessoas mais velhas que têm demonstrado conquistas ao longo da vida em trazer sabedoria, liderança e aprendizado para seu povo e sua comunidade.
O seu trabalho no nível nacional e internacional tem sido enorme. a luta pelos direitos dos povos indígenas e pela proteção da natureza tem progredido graças a marcos tenera, em um país com muita riqueza em recursos naturais e tantas culturas indígenas como BRASIL.

Ler mais

Credits:

1. Global Landscapes Forum; Marcos Terena. Professor of Traditional and Spiritual Knowledge of the Indigenous People and Coordinator of the International Indigenous Forum on Biodiversity; December 20, 2017; (CC BY-NC-SA 2.0). 2. Romulo Ferreira; Amazon; August 31, 2018; (CC BY 2.0). 3. Senado Federal; Plenário do Senado; April 25, 2019; (CC BY 2.0). 4. Travelbusy.com; Amazon Brazil; September 22, 2012; (CC BY 2.0). 5. theverb.org; Marcos Terena (Brazil); June 17, 2012; (CC BY-NC 2.0).