QUANDO UMA FOTO ACONTECE #COMOEUCRIO #share

Quem me conhece sabe que eu sou contra fotos acidentais. Eu não acredito nelas na vida de um profissional, mas isso não quer dizer que fotos não aconteçam. Então eu vou explicar melhor a minha posição.

Eu não acredito em viver de fotos acidentais. Conseguir uma foto bonita em um lugar bonito, com uma pessoa bonita, sem querer, não é algo ruim, mas não é necessário ser um profissional para fazer.

Fotografar emoção quando ela está acontecendo, fotografar a alegria, também não. O profissional constrói uma foto, constrói uma narrativa, coloca ali luz, enquadramento, tudo que possa colaborar para dizer mais e mais sobre o que está acontecendo.

_ Gábi, mas eu fotografo eventos, eu dependo de fotos acidentais.

_ Engano seu. Aliás, se você pensar bem, já fez fotos incríveis em um evento bem chato, já achou emoção onde não havia e já usou uma luz ou enquadramento para “crescer uma cena”. Além claro, de estarmos falando de você documentar um acontecimento. A minha colocação é sobre você sair para fazer fotos posadas (ensaio, retrato, publicidade) e achar que pode “deixar acontecer” sem planejamento algum. É isso.

Mas, não podemos negar que fotos acontecem, certo? Certo.

O retrato da Kalina foi um desses. Eu estava fotografando um projeto autoral, o Paulistanos. Nele eu registro pessoas que vivem em São Paulo, não necessariamente nascidos na cidade, e que têm algo a realizar, algo profissional e, por isso, acabam trabalhando mais do que a média. Estão construindo um sonho.

Era uma tarde em um estúdio no Itaim Bibi e a artista estava pintando o corpo de sua modelo. Ao final haveria um ensaio fotográfico com outra fotógrafa. Eu estava ali apenas para registrar o trabalho da Kalina. Planejei algumas cenas que precisava, mas a minha preferida aconteceu “sem querer”. Olha ela aí:

_ Então essa foto não tem valor?

Quando você está preparado não quer dizer que imagens não vão surgir, não somos donos de tudo, o lugar, a emoção do momento, o retratado, tudo pode influenciar e criar cenas inesperadas. Elas fazem parte do seu conceito? Elas colaboram para o trabalho? Então elas têm muito mais valor do que podemos imaginar.

Created By
gabi mateus
Appreciate

Credits:

Gabi Mateus

Made with Adobe Slate

Make your words and images move.

Get Slate

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.