Comportamento Organizacional ✑DIVERSIDADE E RELACIONAMENTO INTERPESSOAL ✑

Docente

✑ Prof. Dr. Luiz Carlos Ramos

Ementa

✑ Comportamento Organizacional: conceito e fundamentos.

✑ Poder e política.

✑ Gestão da Diversidade.

✑ Cultura organizacional: elementos e formas de gerenciamento.

✑ Relacionamento interpessoal: conceito e importância para as organizações.

Objetivo

Apresentar as variáveis do comportamento humano que interferem significativamente nos processos produtivos de uma organização e os meios mais eficazes para o seu correto gerenciamento.

1 ✑ FUNDAMENTOS DO COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL

Comportamento Organizacional é o estudo dos comportamentos dos indivíduos e de seus impactos no ambiente de uma empresa.
Visa trazer maior entendimento sobre as lacunas empresariais para o desenvolvimento contínuo e assertivo de soluções, a fim de: reter talentos, evitar o turnover* e promover engajamento e harmonia entre os stakeholders**.

* Turnover é o termo utilizado no contexto de Gestão de Pessoas para se referir à rotatividade de pessoal, e está relacionada com o desligamento de alguns funcionários e entrada de outros para substituí-los, ou seja, a rotatividade é caracterizada pelo fluxo de entradas (admissões) e saídas (desligamentos, demissões, remanejamentos e aposentadorias) de pessoas em uma organização.

** Stakeholder é uma pessoa ou grupo que possui participação, investimento ou ações e que possui interesse em uma determinada empresa ou negócio.

Apresenta-se nesta etapa os conceitos básicos bem como as variáveis dependentes e independentes do C.O.

Variáveis Dependentes são fatores que se pretende explicar e que são afetados por algum outro fator.

Variáveis Independentes ão fatores que se pretende explicar de serem afetados por algum outro fator.

Quociente de Inteligência (QI) versus Inteligência Emocional (QE)

✑ Aprendendo com a Retórica das Emoções

Aristóteles caracteriza (nos capítulos 2 a 11 de Retórica II) treze emoções na seguinte ordem: ✑ ira ✑calma ✑ amizade ✑ inimizade ✑ temor ✑ confiança ✑ vergonha ✑ desvergonha ✑ amabilidade ✑ piedade ✑ indignação ✑ inveja ✑ emulação.
Para ser bem sucedida, a comunicação deve levar em conta o "pathos" do interlocutor: Antipatia ✑ Apatia ✑ Simpatia ✑ Empatia

2✑ PODER E POLÍTICA

Observa-se que o poder é uma “ferramenta” para elevar a eficiência e eficácia das organizações, mesmo sendo usado por uma perspectiva coercitiva ou democrática.
A natureza dinâmica, intrigante e, até desafiadora do tema reflete um campo fértil que desenvolveram e são desenvolvidas as teorias, que passam por vertentes diferenciadas das ciências sociais e humanas.
Discute-se os diferentes tipos de poder presentes nas organizações, bem como as causas e consequências do comportamento político nas empresas.

Poder e influência ✑

Liderança supõe poder
Quem detém o poder numa empresa? O empresário?i
Quem ostenta o poder? As assembleias de acionistas?
Na prática o poder efetivo está nas mãos de quem detém a informação
Para Acionistas e proprietários a finalidade é a rentabilidade.

Tecnoestrutura (profissionais que dirigem uma empresa sem perder de vista a obtenção de valor agregado) ✑

O poder aumenta quanto maior e mais sofisticada é a empresa
Tende a dedicar parte dos benefícios obtidos a investimentos (desenvolvimento) e reservas (segurança); sofisticação da informação e distribuição dos rendimentos aos aos acionistas e colaboradores.
O poder outorga capacidade de mandar, ordenar, dispor, mostrar o que deve ser feito, onde, quando, como e por quem, por intermédio de sua manifestação mais típica, que é a autoridade que exerce.

Manifestações de poder ✑

(A) Legítimo
(B) Especialista
(C) Carismático
(D) Premiador
(E) Coercitivo

O Sociólogo Max Weber identifica três tipos de autoridade ✑ (1) Tradicional; (2) Carismática; (3) Legal

Habilidades da liderança ✑

(1) Habilidade técnica
(2) Habilidade humana
(3) Habilidade conceitual

Capital emocional ✑

Inteligência Emocional refere-se à dimensão afetiva, emotiva e intuitiva do ser humano em relação com o trabalho e a sua vida em geral.
Capital emocional leva em conta atitudes como compromisso, lealdade, afeto, estima, identificação, prazer, o "eu quero" além do "eu sei", e a capacidade de amar

Dimensão ético-social-transcendente e contribuição ao bem comum social ✑

Moral, ética e etiqueta
Competitividade, competição e competência

Para aprofundar o tema "Liderança e Ética" ✑

Liderança segundo Robbins ✑

Liderança carismática e transformacional (p. 369)

Liderança tranformacional (ROBBINGS, 2010, p. 375).

Liderança autêntica: ética e confiança como fundamentos (p. 377)

Liderando para o futuro: Mentoring (p. 381)

Mentoring (ROBBINS, 2010, p. 382).

3 ✑ DIVERSIDADE NAS ORGANIZAÇÕES

Pode-se tratar a diversidade de várias maneiras e identificá-la em diferentes situaçãoes no dia-a-dia.
Fonte: Prof. Dr. José Maria de Souza Neto, em SlideShare
Atualmente é impossível dissociar o mercado de trabalho das diferenças globais que estão intrínsicas a este universo corporativo de alta competitividade.
Discute-se neste tópico as características demográficas da força de trabalho no Brasil, bem como as características biográficas.

Para uma compreensão da matriz cultural brasileira e das raízes da nossa diversidade ✑

"As empresas que atuam no mercado contemporâneo, cada vez mais competitivo e sedento por produtividade, não deveriam se esquecer da importância de possuírem um quadro de funcionários diversificado e democrático, o que, muitas vezes, representa o grande diferencial de uma companhia."

4 ✑ ESTRATÉGIAS DE GESTÃO DA DIVERSIDADE

Apresentam-se formas para atrair, selecionar e desenvolver funcionários diversificados, bem como programas de diversidades.
Formas de discriminação (ROBBINS, 2010, p. 40)

5 ✑ DEFINIÇÃO DE CULTURA ORGANIZACIONAL

Uma empresa é composta essencialmente por pessoas, e estas devem ser balizadas por sua cultura organizacional.
Esta por sua vez consiste nas crenças, valores, regras de conduta, morais e éticas, e ainda pelos princípios e políticas de gestão implantadas pela organização.
Cultura organizacional é um conceito descritivo, pois se refere à maneira pela qual os funcionários percebem as características da cultura da empresa, e não ao fato de eles gostarem ou não delas.
A cultura organizacional define fronteiras e confere identidade, estatabilidade e permite aos membros da organização se distinguirem em meio às demais organizações e se comprometerem com algo maior que os seus interesses pessoais.
A cultura cria o clima organizacional.

Características que capturam a essência da cultura de uma organização ✑

  1. INOVAÇÃO
  2. ATENÇÃO AOS DETALHES
  3. ORIENTAÇÃO PARA OS RESULTADOS
  4. FOCO NA PESSOA
  5. FOCO NA EQUIPE
  6. AGRESSIVIDADE
  7. ESTABILIDADE

(cf. ROBBINS, 2013, p. 501)

A cultura é transmitida por meio de histórias, rituais, símbolos materiais e linguagem
O desafio é a criação de uma cultura organizacional ética e positiva.
(ROBBINS, 2013, p. 512)
Relacionando cultura organizacional com a gestão da diversidade e liderança ✑

Ver estudos da GLOBE sobre como a cultura pode afetar os valores dos trabalhadores em diferentes países — Brasil, França, Egito, EUA e China (ROBBINS, 2010, p. 388) ✑

6 ✑ RELACIONAMENTO INTERPESSOAL: CONCEITOS

O relacionamento interpessoal implica uma relação social, ou seja, um conjunto de normas comportamentais que orientam as interações entre membros de uma sociedade.
O conceito de relação social, da área da Sociologia, estudado e desenvolvido por Max Weber, nos ajuda nessa compreensão.

"Relação social" implica "reciprocidade" na medida em que duas ou mais pessoas baseiam seus comportamentos nas expectativas umas das outras.

As expectativas alheias podem resultar em relação social divergente ou convergente.

  • Ação racional com relação a fins: É uma ação evidente, chegar ao objetivo pretendido recorrendo aos meios disponíveis. Erros e afetos desviam o curso da racionalidade.
  • Ação racional com relação a valores: O sentido da ação não está no resultado ou nas conseqüências, mas na própria conduta, levando em conta a fidelidade a certos valores que inspiram a conduta.
  • Ação irracional afetiva: A ação é inspirada em nas emoções imediatas sem considerar os meios ou os fins a atingir.
  • Ação tradiconal: Baseia-se nos hábitos e costumes.
"Determinadas ações sociais se manifestam com mais freqüência que outras o que permite ao cientista perceber tendências gerais que levam os indivíduos, em dada sociedade, a agir de determinado modo."

SILVA, Janete Araújo da, em "Max Weber, Sua História, Seu Tempo E Sua Contribuição Sociológica – Parte 1", disponível em https://sociologizar.wordpress.com/tag/relacao-social/. Consulta em 15.03.2017.

✑ DINÂMICA: QUEM É QUEM?

Em uma folha de papel (que deve permanecer anônima), liste as características "positivas" e/ou "negativas" que descrevam seu comportamento social no ambiente de trabalho. Leve em conta as seguintes situações:

Como costumo me comportar:

  • Quando o despertador toca dizendo que é hora de levantar e ir trabalhar
  • Quando por alguma razão acabo chegando atrasado/a ao trabalho
  • Quando recebo uma bronca de um chefe
  • Quando recebo uma bronca de colega
  • Quando recebo um elogio de um chefe
  • Quando recebo um elogio de um colega
  • Quando estou sobrecarregado de trabalho e recebo mais uma série de tarefas urgentes para fazer
  • Quando fico sabendo que um colega muito legal vai ser dispensado
  • Quando sei que um colega está sendo punido injustamente por um erro que outra pessoa cometeu
  • Quando chega no setor um novo funcionário que é muito inexperiente
  • Quando chega no setor um novo funcionário que tem mais qualificação que eu
  • Quando termina o expediente e dá a hora de ir para casa
  • Quando tenho a oportunidade de participar de alguma atividade de confraternização com os colegas de trabalho.

Depois de feita a lista com as características de cada um, as folhas são recolhidas e, depois de embaralhadas, redistribuídas entre os participantes.

Então, um a um passa a ler as respostas da sua folha, e a partir das respostas, tenta deduzir qual teria sido o/a colega que teria dado tais respostas, dando justificativas para o seu palpite.

Se o palpite for correto, ok, e esta última passa a ler as características da folha que tem em mãos e a tentar descobrir sua autoria.

Se o palpite estiver incorreto, então a pessoa indicada deve apontar quais aspectos ela não se enquadra, mas sem dar detalhes.

Dessa forma, os demais participantes vão montando o quebra-cabeças, e fazendo suas deduções, até que todos saibam quem é quem na sala.

7 ✑ IMPORTÂNCIA DO RELACIONAMENTO INTERPESSOAL NAS ORGANIZAÇÕES

O relacionamento interpessoal é fundamental em qualquer organização, são as pessoas que movem os negócios, estão por trás dos números, lucros e todo bom resultado, daí a importância de se investir nas relações humanas.
A valorização de colaboradores é uma prática que deve ser constante de todo líder ou gestor, pois são eles que têm o poder de influenciar profissionais através de suas ações.

8 ✑ RELACIONAMENTO INTERPESSOAL E O AMBIENTE DE TRABALHO

Dentre os vários fatores que levam uma empresa ao sucesso, um dos mais importantes diz respeito à qualidade do ambiente de trabalho.
Uma ótima ideia de negócio, por exemplo, torna-se inútil se o ambiente de trabalho é ruim. Quando o clima está mais descontraído, tudo flui melhor.
Mas vale dizer que um bom ambiente não se constrói apenas com descontração – cada membro da equipe deve confiar um no outro, antes de tudo, para que as coisas funcionem bem.

Avaliação

✑ Oficinas de capacitação apresentadas sobre os seguintes temas relacionados às características buscadas pelas empresas que l cam a sério a gestão do comportamento organizacional na contratação e formação de seus quadros de colaboradores:

Grupo 1 ✑ Como desenvolver a habilidade de saber ouvir e comunicar-se verbalmente com competência (oral e por escrito)
Grupo 2 ✑ Como desenvolver a capacidade de adaptabilidade e de encontrar respostas criativas diante dos obstáculos e reveses.
Grupo 3 ✑ Como cultivar e promover o domínio pessoal, confiança em si mesmo, motivação para trabalhar em prol de um objetivo. E Grupo 4 ✑ Como desenvolver a efetividade grupal e interpessoal, espírito de colaboração e de equipe, habilidade para negociar diante de um desentendimento.
Grupo 5 ✑ Como desenvolver a efetividade na organização, desejo de contribuir, e o potencial para liderança.

Bibliografia ✑

Básica ✑

CALDAS, Miguel P.; WOOD JR, Thomaz. Comportamento Organizacional: uma perspectiva brasileira. 2ed. São Paulo: Atlas, 2007.

FLEURY, Maria Tereza L.; SAMPAIO, Jader dos R. Uma discussão sobre cultura organizacional. In: FLEURY, Maria Tereza L. (Org.) As pessoas na organização. 6ed. São Paulo: Gente, 2002.

WOOD JR, Thomaz. Mudança organizacional. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2004

Complementar ✑

ROBBINS, Stephen P.; JUDGE, Timothy A.; SOBRAL, Filipe. Comportamento organizacional. Trad. Rita de Cássia Gomes. 14. ed. São Paulo: personagem Prentice Hall, 2010.

SOTO, Eduardo. Comportamento organizacional: o impacto das emoções. São Paulo: Pioneira Thompson Learning, 2005

Created By
Luiz Carlos Ramos
Appreciate

Credits:

Created with images by pedrosimoes7 - "S.N. (1961) - Joaquim Rodrigo (1912 - 1997)" • pedrosimoes7 - "Going to the Independence war and saying goodbye (1964) - Malangatana (1936 - 2011)" • tookapic - "iron man super hero toys" • MichaelGaida - "bridge suspension bridge architecture" • COMBarcelona - "Orquestra Ars Mèdica" • Gellinger - "gorilla monkey ape" • keijj44 - "baseball little league pitcher" • PublicDomainPictures - "anger angry bad" • rdaconnect - "ethics wordcloud care" • chezbeate - "flip flops multi colored summer" • suewest - "t colorful diversity" • tuku - "graphic concept success" • Buecherwurm_65 - "networking network game characters" • falco - "hand children child" • LoggaWiggler - "billiards balls black" • Cícero R. C. Omena - "Transporte irregular de trabalhdores" • marciookabe - "I-Simposio-Hospitalidade-Estacio_7641" • Unsplash - "books bookshelf library"

Made with Adobe Slate

Make your words and images move.

Get Slate

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.