Loading

Biblioteca Digital, uma urgência Jorge Borges

V Seminário das Bibliotecas de Santo Tirso | 6 de outubro de 2021
“Num mundo em constante evolução quem fica no mesmo lugar retrocede”

Lewis Carrol “Alice no País das Maravilhas”

A Era dos ecrãs

A escola paralela (Séc. XX) | A questão da TV

A aprendizagem formal e não formal

A sociedade em Rede

A informação e o conhecimento

O declínio da biblioteca como a conhecíamos

A emergência das multiliteracias

A maior biblioteca do mundo (a Web)

A identidade digital, pessoal ou institucional (avaliação) | Rede pessoal de aprendizagem

A aprendizagem

A Curadoria digital. Uma competência essencial.

O aprender a aprender (perfil do aluno)

O fim do emprego para toda a vida

O acervo deixa de ser o foco da biblioteca, o foco passa a ser a comunidade.

A biblioteca digital
  • Pressupõe uma equipa de trabalho multidisciplinar
  • Sempre em versão beta (em atualização)
  • Apresenta uma identidade digital bem definida (presença na rede)
  • É transparente. Presta contas
  • Trabalha de forma colaborativa e em rede com a comunidade que serve
  • Não tem portas nem paredes
  • Está em todo o lado, a toda a hora
  • A B. digital é como que um "contentor" que (de forma organizada) aceita todos os formatos de ficheiros. Ficheiros de texto, imagem, infográficos, vídeos, apresentações, podcasts, música... livros, e-books, artigos, estudos...
  • Disponibiliza conteúdos de qualidade, próprios ou não, devidamente validados
  • Apresenta e promove a criação e partilha de recursos educativos abertos (REA) (vários licenciamentos), e/ou com Copyright
  • Integra a aprendizagem não formal no processo de ensino
  • Disponibiliza a informação em moldes que promovem o conhecimento
  • Promove a reflexão e o sentido crítico
  • Tira partido da Web semântica

Proposta de desenho de uma biblioteca digital

Biblioteca Digital para quê? (sala de leitura e pesquisa virtual)
  • Apoiar a inclusão cultural e digital
  • Favorecer a democratização da informação geradora de oportunidades
  • Criar oportunidades de crescimento pessoal e social através do acesso à cultura digital, fortalecendo a cidadania
  • Orientar o utilizador na aquisição de conhecimentos na atual selva de informação
  • Proporcionar ao cidadão o acesso a informação relevante disponível na Web
  • Tornar o acervo uma referência na busca de cultura através da Internet
  • Preparar os utilizadores para a utilização dos novos Media e atrair leitores para as novas formas de comunicação

A Biblioteca está em todo o lado e é para todos.

Para quem?

Devido à especificidade universal da Web, poderão ser atingidos:

  • Educadores (beneficiários diretos)
  • Educandos (beneficiários diretos)
  • Leitores lúdicos
  • Investigadores (beneficiários diretos)
  • Cientistas
  • Jovens internautas e novos leitores (beneficiários diretos)
  • Formadores de opinião
  • Editores, escritores, curiosos
O domínio
  • A plataforma web da Biblioteca deve ter uma localização bem notada na Internet, deve ter um domínio (URL) próprio, claro (esclarecedor) e de fácil memorização.
  • O endereço na Internet do acervo poderá ser: www.bdigital.xxxx.pt (por exemplo)
A página Web da Biblioteca / Agrupamento / Município
  • Pode conceptualmente mimetizar as bibliotecas tradicionais, ter uma aparência estética simples e que mude periodicamente para manter a atenção dos utilizadores.

Home page [entrada] A página inicial da Biblioteca deverá conter destaques dos principais documentos disponíveis no acervo para que o leitor possa começar a navegar. Deverá permitir acesso às outras seções do acervo como campo de pesquisa [busca] e quadro de géneros e categorias [lista de assuntos] dos livros e recursos eletrónicos disponíveis.

Possível conteúdo para a home page da Biblioteca Digital:

  • Texto inicial de boas-vindas [com link para ‘Ajuda’]
  • Destaques [quadro com pelo menos 5 destaques de eBooks]
  • Novidades [quadro com pelo menos 5 eBooks]
  • Lista dos 20 eBooks mais transferidos
  • Coleções [banner link]
  • Registo de utilizador (email ou redes sociais) / recuperação de acesso
  • Cada utilizador pode criar a sua própria biblioteca privada. Pode comentar/ avaliar cada obra e se assim o entender esse comentário ou/e avaliação pode ser público, partilhado.
Acervo digital geral [página dinâmica dos eBooks]
  • Informações completas dos géneros e dos livros e outros documentos disponíveis na Web.
  • O acervo digital geral poderá estar baseado no mapa dos livros eletrónicos [banco de dados].
  • O banco de dados trará as seguintes informações sobre os documentos disponíveis:
  • (a) identificação da obra,
  • (b) identificação do autor da obra,
  • (c) formato eletrónico do arquivo do documento — indispensável para que o utilizador possa familiarizar-se com termos de informática,
  • (d) género da obra,
  • (e) tamanho do arquivo,
  • (f) fonte digital,
  • (g) link de transferência ou de acesso direto à obra
  • h) outras informações, como resenhas, sinopses ou palavras-chave.
Lista de assuntos [estante digital]

Lista de assuntos, géneros ou categorias dos livros eletrónicos e documentos disponíveis no acervo.

Busca

Mecanismo de busca interno do acervo onde o utilizador poderá fazer pesquisa avançada das informações contidas no website e nos bancos de dados disponíveis.

Transferência

Subsecção com informações rápidas e precisas sobre os softwares eletrónicos de leitura, aplicativos desenvolvidos especialmente para leitura de documentos digitais em ecrã etc. Links para transferência gratuita dos aplicativos que ajudarão na leitura também poderão estar espalhados por toda a página do acervo.

Uma subsecção “Softwares de Leitura” também poderá ser criada e conter informações detalhadas sobre os softwares leitores de texto em voz alta usados pelo público portador de deficiência visual, por exemplo.

Ajuda

A Biblioteca Digital deve disponibilizar aos seus utilizadores uma área de FAQ [respostas para perguntas mais frequentes dos leitores].

Além do acesso a uma subsecção de Ajuda, que deverá responder as dúvidas do utilizador, a disponibilização de um dicionário também poderá ajudar na familiarização do utilizador com os termos técnicos relacionados com as tecnologias de informação. Nele poderá haver informações sobre os formatos dos livros eletrónicos contidos no acervo para que o utilizador possa entender como usá-lo.

Institucional [O que é o projeto? Quem somos?]

Secção disponível para o público em geral, professores, educadores etc., que farão uso pedagógico, cultural ou social do acervo. Poderá ter uma subsecção com o registo das experiências no uso geral do acervo e suas metodologias em projetos pedagógicos.

Cada página de eBook poderá conter botões de partilha nas redes sociais, para que outros leitores possam tomar conhecimento do livro e da própria Biblioteca através dos colegas.

A viabilidade

O acervo pressupõe a definição de critérios de gestão lúcidos, dentre os quais se destacam:

O processo de publicação restringe-se a obras que se encontram, segundo a Lei de Direitos de Autor, em Domínio Público, ou seja, livros cujos autores tenham falecido há mais de 70 anos, ou documentos cujo direito esteja 100% assegurado e licenciado

Os livros disponíveis na Web poderão automaticamente fazer parte do acervo, desde que a fonte digital seja real e segura

Deverá haver informação da fonte digital [provedor de conteúdo] da obra, ou documento, no acervo.

A partir destes e de outros critérios, a gestão tornar-se-á viável.

Divulgação da Biblioteca Digital

Press releases

Cadastro em mecanismos de busca

Serviços de webrings (sistema de organização por tema, criando uma estrutura de interligação circular entre os sites)

Banners em outros websites (Bibliotecas Escolares e Municipais, por exemplo)

Redes Sociais

O processo na elaboração do acervo

Critérios na organização do banco de dados no processo de elaboração do acervo que podem ser levados em conta:

  • Títulos de URLs efetivamente fixas (curtos)
  • Títulos gratuitos, mas de fontes reais e seguras
  • Títulos literários para leitura de entretenimento
  • Títulos que possam ser utilizados em sala de aula
  • Títulos técnicos que possam auxiliar na produção científica e
  • Títulos técnicos que possam ajudar nas diversas multiliteracias e na aprendizagem da informática [tutoriais, por exemplo].

Bibliotecas Digitais (inspiradoras)

New York Public Library
Biblioteca Digital Mundial
GALLICA

...

Created By
Jorge Borges
Appreciate

Credits:

Criado com imagens de Atul Vinayak - "untitled image" • UliSchu - "organization register folder" • janeb13 - "books reading relaxation irex" • rawpixel - "business deal laptop" • Markus Spiske - "untitled image" • Patrick Tomasso - "untitled image" • congerdesign - "bible iphone mobile phone" • Ari He - "untitled image" • Artem Maltsev - "untitled image" • Ivan Bogdanov - "untitled image" • Ryan Tang - "untitled image" • Tobias Fischer - "untitled image" • Alex wong - "untitled image" • senjinpojskic - "connect jigsaw strategy"