"Raízes" Análise teórica

Análise categorias da narrativa

Ação

  • Situação inicial: l.1 a l.40;
  • Peripécias: l.11 a l.47;
  • Conclusão: l.48 a 49;
  • Relevo: ação principal_todo o texto;
  • Delimitação: ação aberta
  • Organização das sequências narrativas: encadeamento

Espaço

O espaço é físico, tendo em conta que o local onde as personagens estão não influencia o comportamento das mesmas além de não sabe saber muito bem onde a ação decorre; a única coisa que sabemos é que decorre nalgum local em que vivam camponeses.

Tempo

O tempo é do discurso, tal como o justifica a expressão "E laborou-se semanas e meses." que indica um resumo.

Personagens

  • Homem que criou raízes: personagem principal e plana.
  • Mulher do homem que criou raízes: personagem secundária e redonda.
  • Vizinhanças: figurantes.
  • Camponeses: personagens secundárias e tipo.
  • "Sabedor de planetas": figurante.
  • Três sábios: personagens secundárias e redondas.
  • Todas as personagens sofrem de caracterização indireta.

Narrador

Heterogiegético e subjetivo. As expressões "O homem não desgrudava do chão." e "O homem, aborrecido, ordenou à esposa" justificam o narrador heterodoegético; as expressões "Ele, esgotado" e "puxou-lhe levemente" justificam a subjetividade.

Made with Adobe Slate

Make your words and images move.

Get Slate

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.