Casa de Rui Barbosa Cultura, Lazer e Tranquilidade em meio a uma cidade agitada

Casa de Rui Barbosa, uma fundação que reúne museu, jardim e centro cultural. Situada na Rua São Clemente, em Botafogo, próximo ao metrô, a casa é conhecida no bairro por seu lindo jardim que chama crianças a brincar, leitores e quem quer apenas um momento de tranquilidade. Ainda assim, poucos destes já desfrutaram além da área ao ar livre.

“Até tenho curiosidade de entrar e conhecer [o museu], mas com criança fica complicado, ela quer mexer nas coisas”, afirma Maiara Costa, babá que visita o jardim todos os dias acompanhando a criança de quem cuida.

O lugar é espaçoso e encantador, ali ficam pais, avós, babás, todos juntos tendo um momento leve e descontraído.

“Venho para trazer a criança para brincar, tem outras crianças para interagir. Tem planta, é fresco, um lugar que traz tranquilidade”, completou Maiara.

Assim como Maiara, outros públicos também buscam calmaria, como a estudante argentina, Natasha Brendolise, que visita o lugar pelo segunda vez. Se mostrou cativada pelo lugar que acabara de conhecer.

“vim fazer yoga com uma amiga que vem sempre aqui, ontem, e voltei porque adorei o lugar”.

Natasha contou que o jardim, os laguinhos com peixes e todas aquelas flores trazem uma calmaria e causam bons momentos em meio a uma rua movimentada. “Posso ler, escrever e ficar um pouco fora do barulho”, acrescentou ela.

A argentina que também não tinha ido ao museu ficou um pouco decepcionada por não poder conhecer a biblioteca. O acervo de livros é restrito a marcações online que exigem justificativa. Além disso, um dos acervos é dedicado apenas a alunos de mestrado da casa.

No prédio localizado aos fundos do terreno, onde fica a biblioteca, são oferecidos cursos, palestras e seminários, dos quais muitos visitantes não sabem da realização. Esta semana está acontecendo um seminário sobre gestão de documentos. No dia 27 deste mês, às 15 horas a casa recebe uma conversa literária com escritores, artistas, professores, músicos, editores e ilustradores, a entrada é franca.

Prédio onde são realizados palestras e seminários ao fundo

Já no dia 29, também deste mês, haverá uma palestra sobre acervo presentes na coleção da Academia Imperial de Belas Artes no Rio de Janeiro, às 14:30 horas, também com entrada franca.

O museu Casa de Rui Barbosa resguarda decoração de quando o intelectual ali residia. A construção recebe cerca de 50 pessoas por dia, em sua maioria moradores do bairro. Em épocas de alta temporada, o número de visitantes diários quase dobra.

Retrato pintado de Rui Barbosa

O museu Casa de Rui Barbosa resguarda decoração de quando o intelectual ali residia. A construção recebe cerca de 50 pessoas por dia, em sua maioria moradores do bairro. Em épocas de alta temporada, o número de visitantes diários quase dobra.

O museu pode ser visitado de terça a sexta -feira de 10 às 17:30h. Já o jardim é aberto das 8h às 18h de segunda a sexta e de 9 às 18 horas aos sábados e domingos.

Sala de música do museu

O que prejudica um pouco as visitas é a obra que vem acontecendo e uma outra parte do museu que está fechada, aguardando a licitação para que a obra comece, segundo o recepcionista bilíngue, Gilberto Magalhães.

Em busca de manter a conservação a todo tempo, o local sempre recebe restaurações, como está ocorrendo agora nas antigas copa e sala de jantar de Rui Barbosa.

Mas quem visita pela primeira vez não parece se incomodar, foi o que disse Nilda Costa: “O lugar é bom e bem cuidado, principalmente para um lugar público. Eles estão dando conta do recado, gostei!”.

Created By
Júlia Faber
Appreciate

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.