Um trem de luxo parte A singela homenagem do #Colabora a Zaquia Jorge

Texto e fotos de Custódio Coimbra

Com este ensaio de Custódio Coimbra, o #Colabora faz uma singela homenagem à Zaquia Jorge, uma mulher que, no seu tempo, arrastou multidões e hoje está quase esquecida. Vedete, atriz, cantora, empresária, Zaquia foi dona da primeira casa de rebolado do subúrbio, o Teatro de Revista Madureira. Morreu jovem, com apenas 32 anos, vítima de um afogamento, exatamente no dia de São Jorge. Seu velório lotou o teatro, onde mais de quatro mil pessoas foram chorar e lamentar sua precoce partida.

O Império Serrano, em 1975, escolheu a vedete como tema do seu enredo, daí surgindo um dos sambas mais lindos do cancioneiro popular: A Estrela de Madureira, composto por Alcyr Pimentel e Cardoso. Por ironia do destino, ele não foi escolhido para representar a escola na avenida. Mas foi resgatado por Roberto Ribeiro, que o transformou num enorme sucesso, um dos sambas enredo mais cantados e conhecidos.

Diz a letra: ... Um trem de luxo parte (em referência ao espetáculo de estreia, Trem de Luxo, cinco anos antes de sua morte) para exaltar a sua arte, que encantou Madureira.... e sobre a sua morte se fez poesia, ...mesmo com o palco apagado, apoteose é o infinito, continua estrela brilhando no céu....

Um ano depois de ter morrido, Zaquia inspirou Carvalhinho e Julio Monteiro a comporem outro samba antológico: Madureira chorou, gravado por Joel de Almeida em 1958, “Madureira chorou, Madureira chorou de dor, quando a voz do destino, obedecendo ao divino a sua estrela chamou. .... Essa estrela continua brilhando no céu, e nas vozes de uma legião de pessoas que até hoje cantam suas histórias.

Created By
Projeto Colabora
Appreciate

Credits:

Texto e fotos de Custódio Coimbra

Made with Adobe Slate

Make your words and images move.

Get Slate

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.