Domingo de Ramos Ano A — São Paulo, 09 de abril de 2009

Prelúdio

Aclamação [Todos]

Bendito o que vem em nome do Senhor.

A vós outros da Casa do Senhor, nós vos abençoamos.

O Senhor é Deus, ele é a nossa luz;

adornai a festa com ramos até às pontas do altar.

Tu és o meu Deus, render-te-ei graças;

tu és o meu Deus, quero exaltar-te.

Rendei graças ao Senhor, porque ele é bom,

porque a sua misericórdia dura para sempre. [Salmo 118,26–29]

Cântico “Hosana” [TD, 26]

Mantos e palmas espalhando vai,

O povo alegre de Jerusalém.

Lá bem ao longe se começa a ver

O Filho de Deus que montado vem.

Enquanto mil vozes ressoam por aí:

Hosana ao que vem em nome do Senhor!

Com um alento de grande exclamação

Prorrompem com voz triunfal:

Hosana! Hosana ao Rei!

Hosana! Hosana ao Rei!

Como na estrada de Jerusalém,

Um dia também poderemos cantar

A Jesus Cristo, que virá outra vez,

Para levar-nos ao eterno lar.

Leitura do Salmo 24

1 Ao Senhor pertence a terra e tudo o que nela se contém,

o mundo e os que nele habitam.

2 Fundou-a ele sobre os mares

e sobre as correntes a estabeleceu.

3 Quem subirá ao monte do Senhor?

Quem há de permanecer no seu santo lugar?

4 O que é limpo de mãos e puro de coração,

que não entrega a sua alma à falsidade,

nem jura dolosamente.

5 Este obterá do Senhor a bênção

e a justiça do Deus da sua salvação.

6 Tal é a geração dos que o buscam,

dos que buscam a face do Deus de Jacó.

7 Levantai, ó portas, as vossas cabeças;

levantai-vos, ó portais eternos,

para que entre o Rei da Glória.

8 Quem é o Rei da Glória?

O Senhor, forte e poderoso,

o Senhor, poderoso nas batalhas.

9 Levantai, ó portas, as vossas cabeças;

levantai-vos, ó portais eternos,

para que entre o Rei da Glória.

10 Quem é esse Rei da Glória?

O Senhor dos Exércitos,

ele é o Rei da Glória.

Hino “Louvor” [HNC, 14]

Vamos nós louvar a Deus, vamos, vamos!

Ao Senhor de toda luz, Santo, Santo!

Cantem, louvem lá nos céus

Nosso Deus e Rei Jesus!

Exaltado seja Deus, Santo, Santo!

Exaltado seja nosso Deus e Pai!

Exaltado! Para sempre o exaltai!

Cantem, louvem lá nos céus

Nosso Deus e Rei Jesus!

Exaltado seja Deus, Santo, Santo!

Nosso Deus, eterno Pai, Santo, santo,

Deu-nos bênçãos por Jesus, vede, vede!

Ao Senhor glorificai,

Vós, os salvos pela cruz,

Sim, conosco glória dai, vinde, vinde!

Exaltemos nosso Deus, Santo, Santo!

Exaltemos com fervor, hoje, hoje!

Tributemos todos nós

Hinos santos de louvor,

Sim, louvor em alta voz, hoje, hoje!

Oração de Adoração

Leitura do Salmo 31,9–16

9 Compadece-te de mim, SENHOR, porque me sinto atribulado;

de tristeza os meus olhos se consomem,

e a minha alma e o meu corpo.

10 Gasta-se a minha vida na tristeza,

e os meus anos, em gemidos;

debilita-se a minha força, por causa da minha iniquidade,

e os meus ossos se consomem.

11 Tornei-me opróbrio para todos os meus adversários,

espanto para os meus vizinhos

e horror para os meus conhecidos;

os que me veem na rua fogem de mim.

12 Estou esquecido no coração deles, como morto;

sou como vaso quebrado.

13 Pois tenho ouvido a murmuração de muitos,

terror por todos os lados;

conspirando contra mim,

tramam tirar-me a vida.

14 Quanto a mim, confio em ti, SENHOR.

Eu disse: tu és o meu Deus.

15 Nas tuas mãos, estão os meus dias;

livra-me das mãos dos meus inimigos e dos meus perseguidores.

16 Faze resplandecer o teu rosto sobre o teu servo;

salva-me por tua misericórdia.

Oração Silenciosa

Hino “Vivificação” [TD, 168]

Tu, que, sobre a amarga cruz,

Revelaste teu amor;

Tu que vives, ó Jesus!

Vivifica-nos, Senhor!

Vem! Oh! Vem, Jesus, Senhor,

Nossas almas despertar!

Com teu santo e puro amor,

Vem, Senhor! Vem inflamar!

Oh! Vem! Oh! Vem

Nossas almas inflamar.

Vem agora consumir

Tudo quanto, ó Salvador,

Quer, altivo, resistir

Ao teu brando e doce amor!

Oração de Gratidão pelo Perdão

Cântico “Maravilhoso É” [TD, 96]

Quão formoso és, Rei do universo.

Tua glória enche a terra e enche os céus.

Tua glória enche a terra,

Tua glória enche os céus,

Tua glória enche minha vida Senhor.

Maravilhoso é estar em Tua presença.

Maravilhoso é poder Te adorar.

Maravilhoso é tocar em Tuas vestes.

Maravilhoso é Te contemplar Senhor.

Oração de Louvor

Culto Infantil

Leitura de João 12,12–36

12 No dia seguinte, a numerosa multidão que viera à festa, tendo ouvido que Jesus estava de caminho para Jerusalém, 13 tomou ramos de palmeiras e saiu ao seu encontro, clamando: Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor e que é Rei de Israel! 14 E Jesus, tendo conseguido um jumentinho, montou-o, segundo está escrito:

15 Não temas, filha de Sião, eis que o teu Rei aí vem, montado em um filho de jumenta.

16 Seus discípulos a princípio não compreenderam isto; quando, porém, Jesus foi glorificado, então, eles se lembraram de que estas coisas estavam escritas a respeito dele e também de que isso lhe fizeram. 17 Dava, pois, testemunho disto a multidão que estivera com ele, quando chamara a Lázaro do túmulo e o levantara dentre os mortos. 18 Por causa disso, também, a multidão lhe saiu ao encontro, pois ouviu que ele fizera este sinal. 19 De sorte que os fariseus disseram entre si: Vede que nada aproveitais! Eis aí vai o mundo após ele.

20 Ora, entre os que subiram para adorar durante a festa, havia alguns gregos; 21 estes, pois, se dirigiram a Filipe, que era de Betsaida da Galileia, e lhe rogaram: Senhor, queremos ver Jesus. 22 Filipe foi dizê-lo a André, e André e Filipe o comunicaram a Jesus. 23 Respondeu-lhes Jesus: É chegada a hora de ser glorificado o Filho do Homem. 24 Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, produz muito fruto. 25 Quem ama a sua vida perde-a; mas aquele que odeia a sua vida neste mundo preservá-la-á para a vida eterna. 26 Se alguém me serve, siga-me, e, onde eu estou, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, o Pai o honrará. 27 Agora, está angustiada a minha alma, e que direi eu? Pai, salva-me desta hora? Mas precisamente com este propósito vim para esta hora. 28 Pai, glorifica o teu nome. Então, veio uma voz do céu: Eu já o glorifiquei e ainda o glorificarei. 29 A multidão, pois, que ali estava, tendo ouvido a voz, dizia ter havido um trovão. Outros diziam: Foi um anjo que lhe falou. 30 Então, explicou Jesus: Não foi por mim que veio esta voz, e sim por vossa causa. 31 Chegou o momento de ser julgado este mundo, e agora o seu príncipe será expulso. 32 E eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a mim mesmo. 33 Isto dizia, significando de que gênero de morte estava para morrer. 34 Replicou-lhe, pois, a multidão: Nós temos ouvido da lei que o Cristo permanece para sempre, e como dizes tu ser necessário que o Filho do Homem seja levantado? Quem é esse Filho do Homem? 35 Respondeu-lhes Jesus: Ainda por um pouco a luz está convosco. Andai enquanto tendes a luz, para que as trevas não vos apanhem; e quem anda nas trevas não sabe para onde vai. 36 Enquanto tendes a luz, crede na luz, para que vos torneis filhos da luz. Jesus disse estas coisas e, retirando-se, ocultou-se deles.

Mensagem — Rev. Marcelo Smargiasse

Oração Final

Bênção Apostólica

Amém Tríplice

Poslúdio
Created By
Marcelo Smargiasse
Appreciate

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.