A Vida Urbana ao longo dos Séculos "a partir de um novo modo de vida os seres humanos evoluem, e o mundo também"

Neste trabalho iremos fazer uma comparação de Londres e São Paulo, baseado no filme 'Oliver Twist'. As comparações tem como objetivo representar a Revolução Industrial e a urbanização, que ocasionaram importantes transformações em ambas as cidades.
Nas quatro primeiras imagens vemos mapas da cidade de São Paulo no século XIX. A partir da quarta imagem vemos mapas da cidade de São Paulo no século XX.
Aqui temos mapas da cidade de Londres respectivamente dos séculos XVII, XVIII e XIX.

Crescimento Populacional:

Durante o século XIV, o porto de Londres se tornou o centro de distribuição de mercadorias. Essa atividade foi reforçada no século XV por uma poderosa indústria têxtil.

Desde o século XVI e até meados do século XVIII, Londres se beneficiou da centralização política e da expansão do comércio marítimo realizada pelos Tudor e mantida pelos Stuart. Durante o reinado de Henrique III, a cidade contava com cerca de 100.000 habitantes e a meados do século XVII já eram 500.000. Ao passo que, o Brasil estava sendo colonizado e São Paulo não possuía mais de 100 habitantes que viviam aos redores, constituindo o núcleo da futura cidade.

Os séculos seguintes em São Paulo foram seguidos de um lento crescimento que apenas tomou outra dimensão na década de 1870, por conta da expansão cafeeira. Desse modo, passou a atrair muitos imigrantes europeus, mesmo assim, ainda observamos no gráfico que o crescimento demográfico de São Paulo continuava menor que o de Londres.

Assim como a metrópole paulista, Londres também atraia turista e durante o século XIX possuía uma população estimada de 2,5 milhões de habitantes, mas o espaço não acompanhou esse crescimento o que fez com que muitos imigrantes mudassem o seu destino e observamos que no final do XX, São Paulo possui um crescimento demográfico superior ao de Londres.

Estrutura das cidades:

Grande parte de Londres pertence à época vitoriana. Até princípios do século XIX, a capital estava reduzida aos limites da cidade romana originária mais Westminster e Mayfair, rodeada de campos. Em fins do século XIX, Londres teve um grande aumento populacional e a população não se desenvolveu no mesmo passo que este. Por isso, existiam bairros desiguais, os mais próximos do centro concentravam todas as classes sociais nas ruas e era ali, próximo às fábricas que os operários moravam e estes por sua vez, viviam em bairros aglomerados, com ruas estreitas, pessoas nas ruas, em moradias simples ou cortiços, lugares que estão sempre agitados, cheio de pessoas, como o bairro habitado por Fagin e os meninos. Em contradição, há o bairro mais afastado do centro e do agito, são lugares mais calmos, com ruas largas, casas bem estruturadas, luxuosas e grandes, o oposto do estilo de vida do centro que era o caso do burguês Sr. Brownlow.

Em São Paulo, o crescimento não foi algo imediato, mas à medida que aconteceu, também dividiu a população, bairros como Brás e a Lapa se tornaram bairros operários com muitas fábricas e operários como acontecia em Londres também. Já a população mais rica por conta da expansão cafeeira, se instalou na região da paulista e arredores com seu grandes e luxuosos casarões, semelhantes aos existente em Pentville do filme Oliver Twist.

Até os dias atuais, essa diferença continua presente, temos os bairros com menos recursos, porém essa falta de estrutura não é necessariamente ligada ao fato deste ser próximo ou longe de uma fábrica e também existem os bairros ricos onde os mais ricos continuam morando e tem características semelhantes aos de Londres no século XIX. Essa evolução pode ser percebida ao compararmos as imagens de bairros da Londres do século XIX, de São Paulo na mesma época e da São Paulo atual.

Na primeira e na segunda imagem encontramos o bairro pobre de Londres no século XIX. Já na terceira imagem encontramos o bairro rico de Londres no século XIX. Na quarta e quinta imagem encontramos respectivamente o bairro pobre e o bairro rico de São Paulo no século XIX. Por último na sexta e sétima imagem encontramos respectivamente o bairro pobre e rico de São Paulo, atualmente.

Os diferentes rostos da cidade:

Vemos na primeira imagem o centro de Londres no século XIX e na segunda vemos o centro de São Paulo atualmente.

No final do século XIX, Londres havia se tornado a capital das finanças e do comércio internacional e já havia se tornado um destino atrativo para muitos turistas, com isso, a cidade acaba sofrendo influência de outras culturas e diversas classes sociais se formam na cidade, como podemos ver ao fundo da imagem que retrata o centro urbano no século XIX. A presença dessa diversidade pode ser notada nos centros urbanos, principalmente, durante o dia. Algo semelhante acontece em São Paulo até hoje, por ser uma metrópole desenvolvida, acaba atraindo muitos migrantes e esta diversidade pode ser notada em um passei pelo centro da cidade durante o dia. Portanto, em ambos os centros, temos os contrastes entre diferentes classes sociais expostos.

Os meninos de rua:

Na primeira e segunda imagem vemos os meninos de rua na cidade de Londres no século XIX. Já na terceira e quarta imagem vemos os meninos de rua na cidade de São Paulo, atualmente.

O crescimento populacional de Londres, que teve grande destaque no século XIX, foi superior ao desenvolvimento das cidades, e a metrópole não teve estrutura para abrigar todos e oferecer empregos e dignas condições de vida, consequentemente, a marginalidade crescia e o número de órfãos também, a realidade de pessoas nas ruas era cada vez maior, principalmente, a de meninos pois estes eram muitas vezes utilizados para realizar crimes ou para trabalhar para outras pessoas como retratado no filme Oliver Twist, os meninos como Ardiloso roubavam para Fagin.

Essa realidade pode ser notada até hoje na metrópole paulista, com a enorme desigualdade social, muitas pessoas acabam morando nas ruas e isso envolve crianças que acabam tendo que ir trabalhar para ajudar os pais ou para se sustentar sozinhos e muitas vezes entram para a vida do crime pois se veem sem saída. Em ambas as situações, tanto no século XIX como atualmente, essas crianças não tem acesso à escola e saúde, e por conta das diversas situações vividas, amadurecem mais rápido.

Clima londrino em contraposição ao clima da capital paulista:

Na primeira imagem vemos Londres com um tempo com chuva, frio e neve. Já na segunda imagem vemos São Paulo com uma temperatura maior que 35ºC.

Existe uma notável diferença entre o clima de Londres e de São Paulo. Londres é caracterizado por um típico clima temperado com frio na maior parte do ano, médias anuais baixas cerca de 12ºC ao ano, o clima é acompanhado de chuvas e tempos nublados. Em contrapartida, o clima da capital paulista é um característico tropical, possui estações bem demarcadas e tem temperaturas médias de cerca de 20ºC ao ano, com bastante chuvas ao longo do ano. Na cidade londrina, o frio prejudicava muito as pessoas mais pobres, em geral, os operários, pois estes não tinham roupas adequadas para se aquecer, na famosa terra da garoa, algo semelhante acontecia, os trabalhadores precisavam e precisam trabalhar no calor, debaixo muitas vezes de sol quente.

Fontes:

  • Imagem Oliver: Http://tudoounadajuntoemisturado.wordpress.com/tag/olivertwist
  • Mapa SP 1 ao 4: http://smdu.prefeitura.sp.gov.br
  • Mapa SP 5 ao 7: http://arquiamigos.org.br
  • Mapa Londres 1: HTTP://URBANIDADESLONDRES.BLOGSPOT.COM.BR/2012/03/MAPAS-DE-LONDRES-OK.HTML
  • Mapa Londres 2: HTTP://URBANIDADESLONDRES.BLOGSPOT.COM.BR/2012/03/MAPAS-DE-LONDRES-OK.HTML
  • Mapa Londres 3: HTTP://PALEONERD.COM.BR/2015/09/18/A-VIDA-EM-LONDRES-NO-SECULO-XVII/
  • Montagem Londres + São Paulo (Séc XIX): http://historiahoje.com/sao-paulo-passado-e-futuro/
  • http://arquivo.cinemaemcena.com.br/plus/modulos/filme/ver.php?cdfilme=2705
  • Gráfico: http://klickeducacao.com.br/2006/arg_img_upload/simulado/9046/hist.amr.cont..bm
  • Imagem 1 Londres: https://a1.muschache.com/locations/uploads/photo/image/12736/0_5000_99_3234_two_IMG_9041.jpg
  • Imagem 2 Londres: http://www.estagiodeartista.pro.br/artedu/histodesign/3_arqui.htm
  • Imagem 3 Londres: http://odia-a-historia.blogspot.com.br/2016/08/o-inferno-e-uma-cidade.html
  • Imagem 4 São Paulo: https://saopauloesuasruas.wordpress.com/category/sem-categoria/
  • Imagem 5 São Paulo: http://piniweb.pini.com.br/construcao/arquitetura/imagens/i388993.jpg
  • Imagem 6 São Paulo: http://commondatastorage.googleapis.com/static.panoramio.com/photos/original/2237840.jpg
  • Imagem 7 São Paulo: http://www.culturamix.com/wp-content/gallery/8-33/brooklin-2.jpg
  • Centro da cidade de Londres (sec XIX): https://tudoounadajuntoemisturado.wordpress.com/page/3/
  • Centro da cidade de São Paulo: http://radioboanova.com.br/jornal-nova-era/para-brasileiro-vida-vai-bem-e-pais-vai-mal/
  • Meninos de rua Londres 1: http://arquivo.cinemaemcena.com.br/plus/modulos/filme/ver.php?cdfilme=2705
  • Meninos de rua Londres 2: http://arquivo.cinemaemcena.com.br/plus/modulos/filme/ver.php?cdfilme=2705
  • Meninos de rua São Paulo 1: https://linguadefogo2.wordpress.com/2011/08/06/internacao-forcada-de-meninos-de-rua-usuarios-de-drogas/
  • Meninos de rua São Paulo 2: http://www.fotolog.com/7_flordmanaca/7952732/
  • Clima Londrino: http://www.dicadelondres.com.br/2015/05/clima-em-londres-inglaterra.html
  • Clima São Paulo: http://www.metrojornal.com.br/nacional/foco/sao-paulo-registra-maior-temperatura-da-historia-136364
  • Montagem Londres + São Paulo (atualmente): http://www.viva-mundo.com/pt/noticia/post/procurando-um-lugar-para-morar-em-londres/
  • http://www.revistaqualimovel.com.br/noticias/em-processo-de-revitalizacao-centro-de-sao-paulo-atrai-investimentos
Created By
Marianna Ramires
Appreciate

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.