Treinamento e Desenvolvimento Introdução

TRE/SP

INTRODUÇÃO

Olá! Tudo bem com você? É com muito prazer que Iniciamos hoje o nosso curso “Treinamento e Desenvolvimento”.

Você já reparou na importância dada atualmente ao conhecimento como fator essencial no processo de produção e no alcance de resultados nas organizações?

As pessoas detêm o conhecimento

Vivemos na era da informação, e neste cenário as organizações que se destacam são aquelas que investem na formação do seu capital intelectual e na gestão do conhecimento.

Expressões como "metas a cumprir” e "objetivos a alcançar” são cada vez mais encontradas no contexto das organizações governamentais.

Nesse novo cenário, agregar valor à organização por meio da aprendizagem individual é de grande importância para o desenvolvimento das pessoas, das equipes e da própria organização.

O treinamento e o desenvolvimento dos servidores permite o surgimento de novos talentos, a adoção de novas práticas, a readequação dos processos, a obtenção de melhores resultados e o alcance da missão organizacional.

Cada vez mais as organizações públicas e privadas assumem junto com os seus colaboradores o compromisso do desenvolvimento de suas competências.

“Falar de gestão de pessoas é falar de gente, de mentalidade, de vitalidade, ação e proação. A Gestão de Pessoas é uma das áreas que mais tem sofrido mudanças e transformações nestes últimos anos, e (…) tem sido a responsável pela excelência das organizações bem-sucedidas e pelo aporte de capital intelectual que simboliza, mais do que tudo, a importância do fator humano em plena Era da Informação.” Idalberto Chiavenato, Gestão de Pessoas (2008)

Chiavenato retrata de forma clara a importância dada às pessoas frente às empresas.

A relação empresa/funcionário tem mostrado que estes agentes são cada vez mais interdependentes, pois o capital intelectual é o principal responsável pelas atividades desempenhadas nas organizações.

Capital Intelectual

São as pessoas as maiores responsáveis pela prosperidade ou decadência de uma instituição, e são elas que geram inovações, disseminam conhecimentos e criam métodos para que as empresas progridam.

Mas afinal, o que essas pessoas precisam fazer para se desenvolverem profissionalmente e contribuir para o crescimento da organização?

Bem, sabe-se que é inerente ao ser humano acumular conhecimentos, habilidades e atitudes para o desempenho das diversas atividades cotidianas, e, no ambiente corporativo, isso não é diferente.

Estes três pilares, quando consolidados, formam competências que permitem a diferenciação profissional dos indivíduos, que quando bem geridas, funcionam como importantes engrenagens da organização.

São as pessoas os principais ativos da organização

Tendo em vista a necessidade de trabalhar e desenvolver as competências de seus funcionários, diversas empresas têm demandado a elaboração de planos de treinamento e desenvolvimento profissionais de forma estruturada.

Os principais objetivos desses planos são: preparar os profissionais para as tarefas diárias inerentes ao seu cargo atual e desenvolver competências para possíveis cargos futuros a serem ocupados.

No esquema abaixo, que apresenta os 6 processos da gestão de pessoas nas organizações, destacamos o processo de desenvolver pessoas, que será o nosso foco neste curso.

Os Seis Processos da Gestão de Pessoas

Todavia, para que possamos chegar de fato ao estudo do treinamento e desenvolvimento - T&D, faz-se necessária uma contextualização acerca do tema.

Nos próximos tópicos, abordaremos todo o processo que levou à adoção das práticas de Treinamento e Desenvolvimento pelas Organizações nos dias atuais.

Para iniciar, apresentaremos um breve histórico sobre evolução da administração geral e a evolução da área de gestão de pessoas no Brasil.

Em seguida, veremos o panorama atual do modelo estratégico de gestão de pessoas e como se deu a evolução desse departamento dentro das organizações. Observaremos sua vinculação com o planejamento estratégico.

No capítulo seguinte, iremos nos aprofundar no modelo de gestão por competências. Veremos a tentativa da administração pública em implementar esse modelo nas organizações governamentais, por meio do Plano Nacional de Desenvolvimento de Pessoas. Finalizando o capítulo, desmembraremos o conceito de competência para analisar seus 3 pilares – conhecimentos, habilidades e atitudes.

E para concluir o curso, estudaremos os conceitos e as políticas de treinamento e desenvolvimento utilizados nas organizações atuais.

Um ótimo curso a todos!

Created By
Vinicius Mendes
Appreciate

Credits:

Created with images by Alexas_Fotos - "book pitched book pages" • Alexas_Fotos - "book pitched book pages"

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.