Loading

Você sabe que eu não confio em você, não sabe? Clarice Lima

Você sabe que eu não confio em você, não sabe? é uma pesquisa/ laboratório/ experimento/ performance/ dança, destinado a mulheres de todas as idades, com ou sem experiência em práticas artísticas, que estejam interessadas em criar espaço concreto e subjetivo para existir.

Desejamos trabalhar com mulheres para investigar, experimentar e praticar questões como: O que nos une? Como dançamos juntas? Que lutas estamos lutando? Como acolhemos a outra? Por que desviamos da outra? De onde tiramos forças para seguir? O que olhamos de frente? Porque a colisão é inevitável? O que nos separa? e por fim O que separa nós dos outros?

A partir de uma prática de dança dinâmica que utiliza padrões básicos de deslocamento, como caminhadas e corridas, vamos mover essas perguntas e muitas outras, variando intensidades e intenções, olhando pra frente, com o coração e uma pedra na mão, sentindo muitas coisas, trocando idéias, referências, medos e desejos.

Laboratório & Performance

Você sabe que eu não confio em você, não sabe? mobiliza questões que atravessam a existência da mulher no mundo hoje e por isso deseja aproximar mulheres com diferentes experiências e trajetórias, formando um grupo heterogêneo, rico em singularidades.

As participantes serão selecionadas por ordem de inscrição através de um convocatória aberta que tem como disparadora a pergunta: O que você precisa olhar de frente? Não haverá processo seletivo. As inscrições encerram quando atingirmos o número máximo de participantes.

Durante o laboratório iremos aprofundar as questões levantadas pelo trabalho bem como praticá-las a partir da direção da coreógrafa Clarice Lima em colaboração com as participantes do laboratório e as assistentes Aline Bonamin, Marcela Costa, Natália Mendonça, bailarinas que estarão presente durante todo o processo e que serão nossas âncoras durante a realização da apresentação, garantindo com que o roteiro coreográfico siga seu rumo.

Trazer mulheres com diferentes experiências para dentro da pesquisa é estimular um ambiente de troca, bem como absorver novas reflexões dentro do contexto que cada mulher traz consigo.

Ao final do laboratório realizaremos pelos menos uma apresentação aberta ao público que pode acontecer em diferentes espaços como quadras esportivas, galpões, ruas sem saída, sala de ensaio, teatro, espaços alternativos, entre outros. Suas necessidades técnicas são mínimas o que permite sua realização em diferentes espaços.

Laboratório/ Residência

Carga horária 10 dias/ 3 horas por dia

Público alvo Mulheres de todas as idades, com ou sem experiência em práticas artísticas

Número máximo de participantes 50 mulheres

Inscrição Enviar email para infoclaricelima@gmail.com respondendo a pergunta: O que você precisa olhar de frente?

Processo seletivo Convocatória pública que irá selecionar até 50 mulheres por ordem de inscrição

Performance

Direção e coreografia Clarice Lima

Assistente de direção e coreografia Aline Bonamin

Assistentes de movimento Aline Bonamin, Amanda Dias, Ísis Vergílio, Marcela Costa, Natália Mendonça e Patrícia Arabe

Performers Aline Bonamin, Amanda Dias, Ísis Vergílio, Marcela Costa, Natália Mendonça, Patrícia Arabe e participantes da residência

Trilha Sonora Carla Boregas

Produção Clarice Lima & gente fina, elegante e sincera

Duração 30 min

Necessidades Técnicas

Laboratório Sala ampla com chão liso, iluminação básica e caixa de som com cabo P2.

Apresentação Espaço amplo com chão liso e iluminação do local (que não necessite de iluminação cênica.

CAMPO, Teresina, PI

Escola Porto Iracema das Artes, Fortaleza CE

CRD, São Paulo, SP

Contato

Clarice Lima infoclaricelima@gmail.com

Faça tudo diferente. Faça alguma coisa que você não sabe fazer. Sinta medo. Sinta raiva. Esteja atenta. Não desista. Esqueça o seu pai. Não queira agradar. Não seja educada. Mude de idéia. Arrisque-se. Olhe os problemas de frente. Olhe além dos problemas. Crie problemas. Ache bom. Ache ruim. Insista. Levante-se. Seja muitas. Lute como uma garota. Some forças. Peça ajuda. Fale o que sente. Não culpe os astros. Saia da cama. Beba café. Chore acompanhada. Nunca seja atropelada por um trator. Seja neurótica. Seja legal. Seja outra coisa. Dance. Não cobre amizade. Faça o que quiser fazer. Feche a porta. Abra as mãos. Experimente. Dê muitas voltas. Perca-se. Não desista. Confie na sua intuição. Leia um livro. Queira menos. Queira mais. Transe mais. Beba uma cerveja. Movimente a galera. Abrace seu filho. Durma.

www.claricelima.org

Created By
Clarice Lima
Appreciate