Case Connect S/A Maior distribuidor serasa experian do brasil

Com o início dos registros de inadimplência feitos em cartório, surgiu a Check Check - Serviço de Proteção ao Crédito do Brasil que realizava consultas via telefone e utilizavam máquinas para preenchimento e leitura de cheques.

A empresa nascida em Brasília foi criando corpo e cada vez mais novos parceiros. Foi uma das primeiras franquias brasileiras deste ramo, onde ganhou adeptos muito rápido em todo o Brasil.

A empresa cresce e passa a ser muito conhecida no mercado varejista brasileiro. Em 2001 a marca e a empresa Check Check são vendidas à um grupo de ex-funcionários por 53 milhões de reais, eles acreditavam em um futuro grandioso e decidiram agregar ao negócio uma nova marca, o selo do Serviço de Proteção ao Crédito do Brasil.

Com a nova gestão a empresa ganhou uma nova sede, com um imenso banco de dados e a infraestrutura que uma grande marca merece. Rapidamente ultrapassaram os 20 mil clientes e um faturamento anual de múltiplos 8 dígitos.

A franqueadora se tornou cada vez mais profissional, participando de feiras de franquias e ganhando cada vez mais franqueados. Ultrapassando rapidamente o número de 100 franquias espalhadas pelo Brasil

Com uma infraestrutura adequada, profissionais capacitados, franquias em cada estado do país e uma força de vendas de impressionar, a Check Check retira seu selo de SPCB e começa a inovar no mercado de informação de crédito e cadastro criando novos produtos, um atrás do outro, e sendo copiado pelos concorrentes, inclusive a grande SERASA (acabou se tornando uma grande parceira).

Mas profissionais competentes não tem limite, e com novas oportunidades de negócio surgindo a todo momento, nasceram produtos que saíram da órbita do negócio Check Check, como por exemplo: a CARTO (Processadora de Cartões Private Label), o CHECK JURIS (Gestão de Processos Jurídicos Automatizado), o FIQUE ATENTO (Monitoramento de CPF e CNPJ para todos), o CONTROLE LEGAL (Sistema de Gestão de Clientes) e o CERTIFICADO DIGITAL (Emissão de Nota Fiscal Eletrônica).

Foi o momento, em meados de 2010, que ficou complicado de se manter um padrão de divulgação. Afinal não era mais Check Check, eram outros serviços que tinham objetivos e linguagens diferentes. Além disso, estavam todos na mesma hierarquia. Por isso nasceu um novo CNPJ, a Connect Data Center, a responsável agora por todas as marcas criadas, incluindo a velha Check Check.

Ainda sim era confuso a comunicação, cada franqueado utilizava a marca que queria e do jeito que achava melhor, a franqueadora já não tinha o mesmo controle de quando tudo era apenas Check Check e seguia uma linha bem definida pela matriz.

Credits:

Marco Bravim mbravim.com.br

Made with Adobe Slate

Make your words and images move.

Get Slate

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.