Loading

Vigésimo Quarto Domingo Tempo Comum, Ano A — São Paulo, 22 de outubro de 2017

Prelúdio

Aclamação [Dirigente]

Deus que és todo amor,

Eis-nos aqui, maravilhados,

Para celebrar tua graça misericordiosa

E tua misericórdia graciosa!

Faz de nós, como teu povo que somos,

Discípulos do teu Cristo,

Nosso Senhor e Irmão mais velho!

Por teu Vento Consolador. Amém.

Cântico 93 — “É o Teu Povo”

É o teu povo aqui presente,

Todos numa só voz, declarando que só tu és grande

Exaltamos teu doce nome

Pelo amor, pela cruz, por teu filho Jesus

Pois és santo, sim, és digno

De louvor e de ser adorado.

És bondoso, Pai querido,

Dentre todas as coisas tu és verdadeiro Senhor.

Oração [Dirigente]

Salmo Responsorial [18,1-2a.2bc-4.46]

D:: Eu te amo, ó Senhor, força minha.

És a minha rocha, a minha cidadela, o meu libertador.

C:: Tu és meu Deus, o meu rochedo em que me refugio;

o meu escudo, a força da minha salvação, o meu baluarte.

D:: Vive o Senhor, e bendita seja a minha rocha!

Exaltado seja o Deus da minha salvação.

T:: Eu te amo, ó Senhor, força minha.

És a minha rocha, a minha cidadela, o meu libertador.

Hino 178 — “Amor Perene”

Amavas-me, Senhor, ainda cintilante

A luz não irrompera ao mando criador;

Nem inda o sol surgira, altivo no levante,

Calor trazendo à terra e força fecundante!

Meu Deus, que amor!

Meu Deus, que antigo amor!

Amavas-me, Senhor, na cruz, quando, imolado,

Por mim sofreu Jesus o meigo Salvador,

Chamando inteira a si a culpa do pecado,

O Santo de Israel, o teu Cordeiro amado,

Meu Deus, que amor!

Meu Deus, que imenso amor!

Amavas-me, Senhor, quando atingiu meu peito

O Espírito de luz, o meu Consolador,

E com tesouros mil, de teu favor perfeito,

Trouxe à minha alma a fé em que hoje me deleito

Meu Deus, que amor!

Meu Deus, que insigne amor!

Não cessarás de amar-me! E, pois, jamais inferno

Ou mundo poderá revel vontade opor

Ao teu decreto, ó Rei, ao teu decreto eterno!

Ao teu amor, ó Pai, ao teu amor superno.

Meu Deus, que amor!

És sempre e todo amor!

Saudação [Dirigente]

Oração de Adoração

Interlúdio

Leitura do Salmo 119,25–32

A minha alma está apegada ao pó;

vivifica-me segundo a tua palavra.

Eu te expus os meus caminhos, e tu me valeste;

ensina-me os teus decretos.

Faze-me atinar com o caminho dos teus preceitos,

e meditarei nas tuas maravilhas.

A minha alma, de tristeza, verte lágrimas;

fortalece-me segundo a tua palavra.

Afasta de mim o caminho da falsidade

e favorece-me com a tua lei.

Escolhi o caminho da fidelidade

e decidi-me pelos teus juízos.

Aos teus testemunhos me apego;

não permitas, Senhor, seja eu envergonhado.

Percorrerei o caminho dos teus mandamentos,

quando me alegrares o coração.

Oração Silenciosa

Leitura

Senhor, tão certo como o céu é sem limites,

nós nos apresentamos como

criaturas limitadas diante de ti;

Senhor, tão certo como as estrelas brilham

neste céu sem fim,

nós nos inclinamos para confessar-te

nossos limites;

Deus, Pai que tudo perdoas,

Aproxima-te de nós, estende-nos tuas mãos,

Conduze-nos pelos caminhos do amor,

da paz, da mansidão, da justiça;

Faze-nos solidários, compreensivos e fiéis;

Estende-nos teu céu infinito para que nossa finitude

Se transforme em luz eterna para a vida,

Pois, sem ti, Senhor, nada somos e nada seremos.

Hino 217 — “Unido com Cristo” [estribilho]

Cada momento me guia o Senhor,

Cada momento dispensa favor;

Sua presença concede vigor

Cada momento sou teu, Salvador!

Oração Silenciosa

Interlúdio

Cântico — “Gratidão” [Jorge Camargo]

Reunimo-nos neste lugar

Vimos em família celebrar

A fidelidade do Senhor

Força, prumo e chão do nosso amor. (2x)

Nosso caminhar torna-se um só

Nossas mãos unidas formam um nó

Amarrando nossas orações,

Planos, sonhos, vidas, corações. (2x)

É por isso que estamos aqui. (2x)

Somos agradecidos a Deus

Pelo dia que hoje chegou,

Pois ele fez o que nos prometeu

Com alegria do céu nos brindou.

Oração de Louvor

Culto Infantil

Leitura de 1Tessalonicenses 1,2-10

Damos, sempre, graças a Deus por todos vós, mencionando-vos em nossas orações e, sem cessar, recordando-nos, diante do nosso Deus e Pai, da operosidade da vossa fé, da abnegação do vosso amor e da firmeza da vossa esperança em nosso Senhor Jesus Cristo, reconhecendo, irmãos, amados de Deus, a vossa eleição, porque o nosso evangelho não chegou até vós tão somente em palavra, mas, sobretudo, em poder, no Espírito Santo e em plena convicção, assim como sabeis ter sido o nosso procedimento entre vós e por amor de vós. Com efeito, vos tornastes imitadores nossos e do Senhor, tendo recebido a palavra, posto que em meio de muita tribulação, com alegria do Espírito Santo, de sorte que vos tornastes o modelo para todos os crentes na Macedônia e na Acaia. Porque de vós repercutiu a palavra do Senhor não só na Macedônia e Acaia, mas também por toda parte se divulgou a vossa fé para com Deus, a tal ponto de não termos necessidade de acrescentar coisa alguma; pois eles mesmos, no tocante a nós, proclamam que repercussão teve o nosso ingresso no vosso meio, e como, deixando os ídolos, vos convertestes a Deus, para servirdes o Deus vivo e verdadeiro e para aguardardes dos céus o seu Filho, a quem ele ressuscitou dentre os mortos, Jesus, que nos livra da ira vindoura.

Mensagem — Pr. Marcelo Smargiasse

Oração

Bênção Apostólica

Amém Tríplice

Poslúdio
Created By
Marcelo Smargiasse
Appreciate

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.