Loading

Catequese da Quinta do Conde "ide a todo o mundo e pregai o evangelho a toda a criatura" (mc 16,15)

A catequese acompanha a história da Paróquia. Embora as primeiras fichas de catequizandos estejam datadas de 1984, acredita-se que os encontros de catequese tenham começado em 1979. As primeiras catequistas davam catequese nas suas casas pois não havia instalações nas igrejas que ainda estavam a ser construidas. Consta da lista de catequistas na Comunidade de Nossa Senhora da Esperança em 1979, os nomes de Isabel Ortega Pereira, Conceição Toledo, Celeste Baião, Inatalina Silva, Cristina Miguel, Paula Aguiar, Teresa, Clara e Maria do Céu Santos. Quanto à Boa Água, foi o Padre José Marques Pinto e Lurdes Pires Rato que iniciaram a catequese na comunidade.

Primeira Comunhão na Igreja de Nossa Senhora da Esperança, ainda em construção, em 1979

Os primeiros tempos de catequese não foram fáceis para as duas comunidades. Como nos relata Laurinda Almeida, “a Igreja era pequena para tanta gente, sobretudo quando havia festas da catequese. Todos os catequistas se esforçavam por dar o seu melhor mesmo sem salas próprias, pois era mais importante anunciar Jesus Cristo e passar a mensagem. Dávamos catequese nos cantinhos dentro do salão e no palco e fazíamos as festas. Não tínhamos salas, mas tínhamos alegria, humanidade e muito boa vontade para receber as crianças e os pais.”

Encontro de catequese na Boa Água

Nos anos 90, as igrejas foram ampliadas e criadas novas salas de catequese. Nesta altura, surge também a Comunidade do Pinhal do General onde se concretiza um terceiro centro de catequese. Os encontros realizavam-se na casa da catequista Albertina Silvestre, “para que as crianças, aos Sábados, pudessem ter a Catequese e de seguida assistissem à Missa. Para isso, todas as catequistas e alguns pais colaboravam no transporte das crianças desta morada para a Capela que ainda ficava distante.” (Ascensão Cardoso). Esta comunidade chegou a ter 35 catequizandos e 5 catequistas.

Festa da Palavra na antiga capela do Pinhal do General

A catequese da Quinta do Conde deve um agradecimento à Irmã Matilde Morgado (antiga diretora do Secretariado Diocesano da Catequese) que para além de fazer da formação de catequistas uma constante, também ela própria vinha dar catequese à Quinta do Conde, “às vezes dentro do seu próprio carro” (Ascensão Cardoso).

A catequese tem evoluido e tem crescido. Atualmente, os centros de catequese da Esperança e da Boa Água contam com cerca de 50 catequistas e o número de catequizandos transcende os 400. Para tal têm contribuido o esforço e o empenho de muitos, em especial os coordenadores de catequese, responsáveis pela orientação do trabalho catequético e dos catequistas que têm procurado obter formação. Embora cada centro de catequese possua uma coordenação autónoma, existe articulação na organização das atividades, nomeadamente a festa de encerramento do ano catequético.

Adolescentes em encontro diocesana

A catequese de adultos é uma realidade na Quinta do Conde desde os finais dos anos 80, por iniciativa do Padre Horácio. Arnalda Viegas e Laurinda Almeida foram algumas das responsáveis pela Catequese de Adultos. Atualmente, essa função é desempenhada diretamente pelo Pároco.

Momentos da catequese da Quinta do Conde

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.