Revolta de Filipe dos Santos; (Vila Rica)

Contexto Histórico

A região de Minas Gerais produzia muito ouro no século XVIII. A coroa portuguesa aumentou muito a cobrança de impostos na região. O quinto por exemplo, era cobrado sobre todo ouro extraído, que ficavam em Portugal. A revolta durou quase um mês. Os revoltosos pegaram em armas e chegaram a ocupar Vila Rica. Diante da situação tensa, o governador da região, Conde de Assumar, chamou os revoltosos para negociar, solicitando que abandonassem as armas. Após acalmar e fazer promessas aos revoltosos, o conde ordenou às tropas para que invadissem a vila. Os líderes foram presos e suas casas incendiadas. Filipe dos Santos, considerado líder, foi julgado e condenado à morte por enforcamento.

Felipe dos Santos: condenado à morte por liderar revolta.

Sujeitos Envolvidos

Líder: Filipe Dos Santos (tropeiro e fazendeiro)

Grupos: Os que tinham como propriedades as minas de ouro, e os donos do comércio.

Minas Gerais quando ocorreu a Revolta de Filipe dos Santos.
Mapa do Brasil durante a Revolta de Filipe dos Santos.

Causas e Consequências

A insatisfação popular era geral nas regiões auríferas em função dos impostos, punições e fiscalização portuguesa. Após a revolta, a coroa portuguesa aumentou ainda mais a fiscalização na região das minas. Por seu caráter nativista e de protesto contra a política metropolitana, muitos historiadores consideram este movimento como um embrião da Inconfidência Mineira.

Condenação de Filipe dos Santos. Os conjurados detidos em Minas Gerais, são levados para o Rio de Janeiro.

Trabalho realizado por Francielly Gomes e José Alberto.

Made with Adobe Slate

Make your words and images move.

Get Slate

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.