Haiti Chamados para ir

O Haiti é um país localizado na América Central, sua extensão territorial é de 27.750 quilômetros quadrados, totaliza em seu território mais de 10 milhões de habitantes. O Haiti obteve independência no dia 1° de janeiro de 1804, sendo a primeira República Negra das Américas e o primeiro país latino-americano a se declarar independente. A população haitiana enfrenta vários problemas de ordem socioeconômica. Marcada por uma série de governos ditatoriais e golpes de estado, a população haitiana presencia uma guerra civil e muitos problemas socioeconômicos. O Haiti é o país economicamente mais pobre da América, seu Índice de Desenvolvimento Humano é de 0,404 (baixo); aproximadamente 60% da população é subnutrida e mais da metade vive abaixo da linha de pobreza, ou seja, com menos de 1,25 dólar por dia. Em janeiro de 2010, um terremoto de magnitude 7,0 na escala Richter atingiu o país, provocando uma série de feridos, desabrigados e mortes. Estima-se que metade das construções foram destruídas, 250 mil pessoas foram feridas, 1,5 milhão de habitantes ficaram desabrigados e o número de mortos ultrapassou 200 mil

O furacão Matthew arrasou a península sul do Haiti em 4 de outubro, deixando 546 mortos e mais de 175 mil pessoas desabrigadas, segundo o último boletim oficial.O furacão atingiu alguns países da América Central, mas foi justamente no Haiti que o Matthew causou mais destruição. Até hoje, o Haiti ainda não se recuperou completamente do terremoto de 2010. e quase 7 anos depois, tem que lidar com outra tragédia de proporções grandiosas.

Uma das cidades mais atingidas, foi Les Cayes, que fica no Sul do Haiti, onde o furacão foi mais devastador, na época, a cidade ficou completamente ilhada, dificultando inclusive o acesso para ajudas humanitárias, chegando inclusive a ser palco de conflitos entre civis e a segurança do lugar, quando recebiam ajuda em alimentos. Além das dificuldades ocorridas em consequência dos desabrigados, falta de água em situações de uso, atualmente o Haiti passa pelo drama da cólera, que após a passagem do furacão, matou cerca de 800 pessoas.

Desde quando ocorreu o furacão, como base - Jocum Sertão- temos orado pela misericórdia de Deus, algo que nos moveu em compaixão, foi exatamente o fator do país não estar inteiramente recuperado e ter sofrido mais uma tragédia, passamos meses orando, até que entendemos em Deus, que poderíamos ser a resposta da nossa oração. Entendendo o desafio, e aceitando com obediência e responsabilidade, decidimos ir ao Haiti para servir, desde que decidimos temos orado em cima do que ouvimos de Deus, estamos conversando com nativos haitianos e brasileiros que estão servindo, ou já serviram no Haiti, são eles que nos ajudam com informações sobre a nação, cultura, necessidades e cuidados necessários.

Estamos nos preparando para sairmos do Recife-Pe, em 09 de Maio rumo a cidade de Les Cayes, e retornaremos dia 20 de Junho, estaremos servindo aquela nação por volta de 45 dias, estamos cientes dos inúmeros desafios que nos aguardam, a língua (eles falam Francês, crioulo e alguns inglês e português), a cultura, a comodidade (Não há energia elétrica onde vamos ficar, também não há água encanada, devido ao risco da cólera, a água é hiperpurificada, então apresenta gosto estranho), o clima, a alimentação, entre tantos outros. O que nos move é saber que Deus compartilhou conosco nesse tempo, levar o evangelho em atitude para aquela nação castigada, ouvimos uma palavra específica a respeito daquele lugar:

"Em lugar da vossa vergonha tereis dupla honra; e em lugar da afronta exultareis na vossa parte; por isso na sua terra possuirão o dobro, e terão perpétua alegria."-Isaías 61:1.

Entendemos através do capítulo 61 de Isaías, que Deus está nos chamando para restaurar, para alegrar, edificar, apascentar e semear. Nossa escola desse semestre, tem como tema "solos transformados, vidas frutíferas", e dentro desse aspecto, estamos contentes em semear alegria, naquele lugar, com tudo o que foi ministrado no nosso coração, além de ajudar na reconstrução de casas, instituições, corações, dignidade e esperança. Cremos que poderemos ajudar em muitos aspectos, usando nossos dons, disposição, amor, boa vontade e braços.

Somos uma equipe de Prático de ETED, estamos em 9 voluntários, todos convictos de que Deus nos chamou para ir ao Haiti, vamos usar tudo, bonecas, futebol, fotografia, noções de construção, conhecimentos básicos de saúde, clowns, e principalmente a Palavra de Deus, e o que mais nos foi dado para abençoar. Para chegarmos ao Haiti, precisamos de ajuda, toda e qualquer ela, é muito bem vinda, desde aprender o básico do francês e crioulo até a ajuda de custo para as despesas, ouvimos Deus, estamos crendo e há paz no nosso coração, por fé nós enxergamos, reconstruímos, alegramos e agradecemos.

Para saber mais sobre nós, é só acessar nossas respectivas redes sociais e entrar em contato:

"Eu creio que Deus tem nos chamado para reconstruir, o versículo que mais me chamou atenção quando Deus falou comigo sobre o Haiti, foi Isaías 61:4, sobre reconstruir."
"Nós estamos buscando uma palavra sobre o que fazer no Haiti, a olhos humanos, há muito pra fazer, não falta trabalho, mas queremos ouvir de Deus, uma palavra, porque é ela que sustenta e transforma."
"Deus tem falado sobre restaurar, restaurar corações, tenho pensado em trabalhar com futebol, porque o esporte abre portas e é um meio de acesso, quase que sem barreiras, sei que assim entraremos em contato com muitas pessoas, com quem poderemos conversar e semear."
" Queremos deixar um legado lá, uma das estratégias é o servir, reconstruir algumas casa, escolas, o que tiver necessitando, mas, mais do que isso, queremos reconstruir vidas lá."
"eu penso nas crianças, gostaria de levar restauração de amor, alcançando crianças, alcançamos gerações, restauraremos gerações."
"o meu desejo nesse tempo pra o Haiti, é levar o que eu aprendi, que é conhecer a Deus, amá-lo e obdecer, uma coisa está ligada à outra, quero que adolescentes se encontrem com essa verdade."
" Quando eu penso no Haiti, eu penso muito nas crianças e em sonhos, creio que através do Espírito Santo de Deus, vamos poder restaurar os sonhos na vida das crianças, levar amor, alegria, dignidade, princípios de Deus, é isso que eu quero, é isso que Deus tem compartilhado comigo."
" Eu quero ser resposta para a reconstrução de dignidade e esperança, quero usar a fotografia para de alguma maneira ajudá-los a reescrever com luz, com vida, com amor, que eles possam olhar e enxergar. e que Deus seja glorificado através do dom que Ele me deu."

Nosso desafio financeiro:

  • Passagem de Ida e volta (Por pessoa): R$ 3. 710,00 (incluindo as passagens do Crato para Recife e os translados da República Dominicana para o Haiti)
  • Alimentação: R$1701 (são cerca de $12 a $13 por dia)
  • total(por pessoa): R$ 5.411,00

Todos os valores acima estão sujeitos a alteração, para mais ou menos, devido ao dólar, as passagens e aos contatos que estamos fazendo no Haiti. Antes do projeto ficar pronto, um missionário que conhecemos através de whats app, conseguiu uma casa para nos hospedarmos e nossa despesa passou de R$ 7.489,00 para R$ 5.430,00, temos vivido a providência de Deus, dia após dia.

Como você pode ajudar

  • se conseguirmos 500 pessoas doando R$100,00, atingimos o alvo
  • Se conseguirmos 1000 pessoas doando R$50,00, também conseguiremos
  • Você pode mobilizar um grupo de 10 amigos, cada um doando R$10,00;
  • Você pode mobilizar a sua igreja a estar conosco, uma idéia seria promovendo um culto de missões com foco no Haiti.
  • Você pode desafiar 5 pessoas(contando com você) a ofertar R$20,00.

Há uma infinidade de coisas que podemos fazer, há criatividade em você, se tem o desejo de ajudar, já nos sentimos abençoados.

Se você deseja ir ao Haiti com a gente, contribuindo com oração, doações, por favor entre em contato pelo telefone: (88) 97096712 - tim e whats app; ou pelo email: ticilaalves@hotmail.com. A conta para depósito será a de uma das pessoas da equipe, para haver um melhor controle, por isso só poderemos passar os dados após o contato, através do email ou whats app, toda doação será registrada e postaremos uma espécie de termômetro financeiro quanto ao que já arrecadamos;

Motivos de orações:

  • Estratégias evangelísticas para a equipe
  • Estratégias para levantar os recursos
  • Pelos missionários que estão nos ajudando a chegar ao Haiti
  • Por nossa segurança
  • Por nossa adaptação ao clima, água e alimentação no Haiti
  • Por condições para levarmos as doações ao Haiti( relação de doações abaixo)

Doações

  • Bolas de futebol (que possamos "secar", para levar na viagem)
  • livros para colorir com personagens bíblicos
  • material para colorir, lápis, canetinhas

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.