Beleza ameaçada Ensaio fotográfico revela as cores fortes da extinção

Fotos de Tony Genérico e texto de Liana Melo

Foi quase por casualidade que o fotógrafo Tony Genérico iniciou o “Projeto Beleza Ameaçada”. Ele vinha tentando descobrir uma forma de clicar em alta velocidade o impacto de duas porções de tinta de cores diferentes lançadas ao ar.

Especializado em fotografia em alta velocidade com líquidos em movimento, os chamados “splashes”, ou congelamento, Genérico construiu “traquitanas” (recipientes improvisados, com várias formas e tamanhos), que permitissem lançar e fotografar, de um modo artesanal, porém de forma sistemática, o momento da colisão de duas ou mais porções de tinta de cores diferentes.

Daí para fotografar pássaros alçando voo foi um pulo. Como é proibido fotografar animais silvestres fora de seu habitat natural, a opção encontrada foi procurar aves domesticadas nascidas em cativeiro, certificadas e com a anilha do IBAMA. Infelizmente a maioria dessas aves têm suas asas podadas para não fugirem e não conseguem voar – o que limitava o trabalho.

Foi com o apoio e supervisão do Zoológico de Balneário de Camboriú e com o acompanhamento de uma bióloga e um veterinário que Genérico conseguiu fotografar importantes espécies, algumas delas ameaçadas de extinção.

Cada tentativa era uma nova surpresa, uma nova imagem impossível de ser repetida. Tanto a formação dos splashes quanto a aerodinâmica do voo, proporcionam resultados igualmente imprevisíveis.

Vai ser a primeira vez que o fotógrafo participa da 12ª edição do Festival Internacional de Fotografia Paraty em Foco, que começa dia 14.

Made with Adobe Slate

Make your words and images move.

Get Slate

Report Abuse

If you feel that this video content violates the Adobe Terms of Use, you may report this content by filling out this quick form.

To report a Copyright Violation, please follow Section 17 in the Terms of Use.